14
Jun 19

Léxico: «bacteriófago | fago»

O falante vai adivinhar?

 

      «Seguiram-se testes em vírus que comem bactérias (os bacteriófagos, também conhecidos como “fagos”) e, finalmente, as vacinas» («Novo método permite preservar vacinas a altas temperaturas sem refrigeração», Filipa Almeida Mendes, Público, 14.06.2019, p. 29).

      O Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora até acolhe ambos os termos, mas com dois erros: bacteriófago não remete para fago e as definições não coincidem. Como pode ser isso? A utilidade para o falante fica substancialmente diminuída.

 

[Texto 11 538]

Helder Guégués às 18:00 | comentar | ver comentários (1) | favorito

Léxico: «pululano»

Precisamos de termos científicos

 

      «O projecto surgiu, aliás, de uma ida ao supermercado de Sana Jahanshahi-Anbuhi, co-autora do estudo e ex-aluna de doutoramento. A ex-aluna inspirou-se num produto que consiste numa tira solúvel feita de um material chamado pululano, que “as pessoas usam para matar microorganismos que estão na boca e para melhorar o hálito”, explica o cientista português. Uma vez que este tipo de material, o pululano, “tem alguma capacidade de servir de barreira de oxigénio para proteger algumas moléculas”, os investigadores decidiram testá-lo noutros componentes biológicos, explica Carlos Filipe» («Novo método permite preservar vacinas a altas temperaturas sem refrigeração», Filipa Almeida Mendes, Público, 14.06.2019, p. 28).

 

[Texto 11 537]

Helder Guégués às 17:49 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «sublimite»

Em muitas apólices

 

      «Para cada cobertura, as seguradoras definem uma indemnização máxima por pessoa e por ano. De cada vez que o segurado recorre ao seguro, o limite anual da cobertura é diminuído do valor pago pela seguradora, sendo reposto no início da anuidade seguinte. A cobertura de parto pode ter um limite anual de indemnização autónomo ou estar integrada na cobertura de hospitalização. Algumas coberturas também podem ter sublimites para despesas específicas. Por exemplo, a cobertura de próteses e ortóteses define um limite mais reduzido para óculos e lentes de contacto» («Quer contratar um seguro de saúde, mas tem dúvidas?», DECO, aqui).

      Não acredito que nunca tenha visto este termo em apólices de seguros. Sim, estou a dirigir-se a si, leitor. Ah, já... Então porque não disse nada? Tenho de ser eu a fazer tudo?

 

[Texto 11 536]

Helder Guégués às 17:17 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,
14
Jun 19

A trapalhada do AO90

De novo na farmácia

 

      Voltei hoje à tal farmácia, sítio onde costuma haver de tudo — e, logo, também trapalhadas relacionadas com a língua. Então, um cartaz maior anuncia: «A minha fotoproteção. Isdin.» Mais afastado, em dois escaparates com produtos daquela marca, duas vezes isto: «Fotoprotector Isdin.» A pessoa que escreveu isto até pode ter-se na conta de muito inteligente, e talvez entendida na língua, mas manda a caridade desenganá-la.

 

[Texto 11 535]

Helder Guégués às 15:23 | comentar | favorito
Etiquetas: ,