24
Jun 19

Léxico: «istambulita»

Porque não sabem

 

      Grande vitória a de Ekrem İmamoğlu para a Câmara de Istambul. Lá vieram logo os nossos jornalistas falar dos istambullus. Pois, pois... Tivessem lido mais: «Hoje, são refúgios de verão para istambulitas estafados, e residência permanente para algumas almas valentes» (Uma Viagem pelo Mundo à Procura de Deus, Eric Weiner. Tradução de Elsa T. S. Vieira. Alfragide: Lua de Papel, 2013, p. 21).

 

[Texto 11 609]

Helder Guégués às 21:46 | comentar | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «intercongregacional»

E este?

 

      «As iniciativas intercongregacionais e inter-religiosos estão a abrir passo no continente africano. Na imagem, um religioso do projecto Solidariedade com o Sudão do Sul», leio numa legenda da revista missionária Além-Mar de Julho. Sobretudo em África, há muitas iniciativas intercongregacionais — palavra que os nossos dicionários ainda não registam. A propósito, sabiam que, em Portugal, estão registadas 832 confissões religiosas? Pois é.

 

[Texto 11 608]

Helder Guégués às 21:43 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «reducitariano»

Falta sempre algum

 

     «As soluções de meio-termo multiplicam-se na atualidade onde outros palavrões nascem, como o reducitarianismo[,] que consiste em reduzir a quantidade de carne consumida» («Vegano carnívoro é a nova moda», Maria Espírito Santo, Sábado, 11-16.04.2019, p. 43).

    Está no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, e a definição é boa: «opção alimentar de quem advoga a prática de hábitos de consumo saudáveis sem recurso a limitações radicais, promovendo, fundamentalmente, a redução do consumo de carne, peixe e outros produtos de origem animal». Há sempre, porém, qualquer esquecimento: porque não regista reducitariano?

 

[Texto 11 607]

Helder Guégués às 21:42 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,
24
Jun 19

Etimologia: «vegetarianismo»

Fica mascarado

 

      «É em A Cura Natural, de 1907, que Mich Larsen, apresentado como médico da Câmara Municipal de Copenhaga, explica a origem da palavra vegetarianismo, esclarecendo que não parte de “vegetais”, como seria de esperar: “Deriva da palavra vegetus que significa forte, saudável, alegre, podendo pois talvez vegetarianismo mais propriamente traduzir-se como hábitos de vida fortificantes que produzem bom humor”» («Vegano carnívoro é a nova moda», Maria Espírito Santo, Sábado, 11-16.04.2019, p. 41). É verdade, e até temos, vinda directamente do latim, a palavra végeto, «bem nutrido, robusto». Infelizmente, como vegetariano vem do francês végétarien, é informação que não chega normalmente ao falante que consulta um dicionário.

 

[Texto 11 606]

Helder Guégués às 21:40 | comentar | favorito