09
Jul 19

Léxico: «ciclo», de novo

Ainda está incompleto

 

      «No 1.º ciclo mudam de curso. As licenciaturas e mestrados integrados, por sua vez, registam as menores taxas de desistência, de 9% e 3%, respetivamente. Nestes ciclos de estudos é maior a percentagem, isso sim, de alunos que optaram por mudar de curso: 10%, nas licenciaturas; e 12%, nos mestrados integrados. [...] Em queda está, também, a taxa de abandono nos mestrados, fixando-se nos 17%. No 2.º ciclo de estudos, salienta o presidente da A3ES, “não existem grandes diferenças por natureza de instituição e tipo de ensino”, com os “resultados a serem ligeiramente piores no caso dos politécnicos, em particular nos privados”» («Um em cada cinco doutorandos desiste após o primeiro ano», Joana Amorim, Jornal de Notícias, 6.07.2019, 15h09).

      O leitor Afonso Costa lembrou — como eu me lembrara ao escrever o texto — que também há ciclos (e também são três) no ensino superior, o que ainda não se vê no dicionário da Porto Editora.

 

[Texto 11 724]

Helder Guégués às 10:26 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «cardiomiócito»

Longe dos dicionários

 

      «“Neste momento temos um método de isolamento de cardiomiócitos imaturos que nos irá permitir perceber de que forma é que podemos estimular estas células imaturas, que são muito poucas e raras, a desenvolverem novos cardiomiócitos após uma lesão do coração”, concluiu» («Desenvolvido método capaz de isolar células promissoras para regeneração do coração», Jornal de Notícias, 8.07.2019, 7h40).

 

[Texto 11 723]

Helder Guégués às 10:23 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «taxa de esforço»

Seria útil

 

      «O que é a taxa de esforço? Certamente já teve de fazer contas entre o dinheiro que gasta e aquele que entra na sua conta. A taxa de esforço diz-lhe qual a percentagem dos seus rendimentos que destina a cumprir com as mensalidades do crédito, seja da casa,do carro ou de qualquer outro bem de consumo» («Fazer esticar o dinheiro... Sabe o que é a taxa de esforço?», André Rodrigues, Rádio Renascença, 8.07.2019).

      Um bom esforço seria os lexicógrafos levarem a expressão para os dicionários.

 

[Texto 11 722]

Helder Guégués às 10:21 | comentar | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «mijona | pescadeira»

Não é só a uva

 

      «Ela agarra agora com a direita um pequeno polvo pela cabeça e puxa por ele, ele é elástico, nacarado, está todo esticado, tenta resistir, ela puxa-o para fora da gaiola em que o pescou, são aquelas gaiolas de redes de metal chamadas covos ou nassas e a que eles, os pescadores e pescadeiras, também chamam mijonas, saca então o polvo, que se opunha, agarra-o pelo pescoço, ele a espernear das oito patas tentaculares, e de repente bate com a cabeça do animal numa das traves do barco e ele fica ali derramado a escorregar, todo estonteado» («Mulheres-arraias, as pescadeiras com o dever do mar», José Miguel Gaspar, «Magazine»/Jornal de Notícias, 7.07.2019, p. 24).

      Um bom castigo para o jornalista era pô-lo a ler dez vezes uma frase assim quilométrica, para ver se gosta.

 

[Texto 11 721]

Helder Guégués às 10:19 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «sacromonte»

Poucas vezes a vi

 

      «O sacromonte de arquitetura barroca, rococó e neoclássica, [sic] destaca-se pela enorme escadaria em ziguezague — são 573 degraus com 20 fontes e 32 estátuas — que integram os passos da via-sacra, lado a lado com a mata e o mais antigo elevador do Mundo a utilizar um sistema de contrapeso de água» («Vinte e seis hectares de mata e património no “céu” de Braga», Sandra Freitas, Jornal de Notícias, 8.07.2019, p. 26).

 

[Texto 11 720]

Helder Guégués às 10:18 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «afzélia | cesalpiniácea | subpavimento»

Vamos para as obras

 

      Um vizinho vai mandar pôr um soalho de afzélia, uma madeira proveniente de árvores do género Afzelia, da família das leguminosas cesalpiniáceas nativas de regiões tropicais da África. O empreiteiro recomendou-lhe a aplicação de um subpavimento de contraplacado resistente à humidade, pois é no rés-do-chão. Será que a Porto Editora podia ajudar nas obras?

 

[Texto 11 719]

Helder Guégués às 10:16 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «voltareta»

Uma cornada

 

      «A corrida de touros que decorre esta noite em Coruche está a ser algo atribulada. Depois da aparatosa colhida da cavaleira Ana Batista, e da aparatosa voltareta do novilheiro Diogo Peseiro, foi agora o cavaleiro João Moura Jr. que também foi colhido» («Coruche: Moura Jr. também sofre aparatosa colhida», Toureio.pt, 7.07.2019, 00h02).

 

[Texto 11 718]

Helder Guégués às 10:15 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

«Língua-mãe/língua materna»

Está a alastrar

 

      «Nascida na Bélgica há 60 anos, Ursula Gertrud von der Leyen, Albrecht de solteira, tem francês e alemão como línguas-mãe, fala também inglês e é considerada uma conservadora moderada. Antes de ser ministra do Trabalho e da Segurança Social (2009-2013), foi ministra Federal da Família, Cidadãos Sénior, Mulheres e Juventude (2005-2009). Em dezembro de 2013 foi nomeada para a Defesa, cargo que ocupa até hoje» («Da ginecologia à presidência da Comissão Europeia. Quem é a mulher que vai mandar na Europa», Cristina Peres, Expresso, 7.07.2019).

      Olhe que não, Cristina Peres, olhe que não: consulte um dicionário e verá que «língua-mãe» não é sinónimo de «língua materna», como erradamente pensa.

 

[Texto 11 717]

Helder Guégués às 10:13 | comentar | favorito
Etiquetas: ,
09
Jul 19

Léxico: «cristão-social»

Não esqueçamos este

 

      «Era, desde 2010 uma das quatro vice-ministras da chanceler, cargo para o qual foi eleita com 85% dos votos. Foi nesse ano que perdeu a corrida para a nomeação pela União (CDU/CSU) para a presidência da Alemanha para Christian Wulff. O facto foi posteriormente comentado pela imprensa como um golpe dado a Angela Merkel pela ala conservadora dos democratas-cristãos e cristãos-sociais» («Da ginecologia à presidência da Comissão Europeia. Quem é a mulher que vai mandar na Europa», Cristina Peres, Expresso, 7.07.2019).

 

[Texto 11 716]

Helder Guégués às 10:11 | comentar | favorito
Etiquetas: ,