25
Jul 19

Léxico: «subcampo»

Fora dos dicionários, por nada

 

      «É provável, por isso, que Mariette tenha sido transferida para um dos subcampos de Neuengamme e que, com a ordem de evacuação destes comandos, a 24 de Março de 1945, tenha sido enviada para Bergen-Belsen, onde, segundo o marido, chegou a contrair tifo, uma das doenças que ali grassavam» («Eram seis menos dez quando o relógio de Paulo parou em Neuengamme», Patrícia Carvalho, Público, 29.06.2014, 00h00).

 

[Texto 11 840]

Helder Guégués às 07:13 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Erros de tradução

Olha os comprimidos

 

      Estava escrito numa «abstruse language» — o tradutor quis que fosse «numa linguagem obtusa». Tentamos sempre identificar, e confundimos, o que ignoramos com aquilo que conhecemos. Claro que quanto menos soubermos, mais isso acontece. Por vezes, felizmente, alguém corrige. Ainda assim, respingam, intrigam, exigem (!) explicações. E se se tratassem?

 

[Texto 11 839]

Helder Guégués às 07:12 | comentar | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «frente-a-frente»

Face a face, cara a cara, frente a frente

 

      «A maior parte dos efectivos, porém, é de etnia chinesa, nem sequer são macaenses. O confronto coloca os guardas num frente-a-frente com gente, sobretudo jovem, com a mesma etnia, a mesma língua, os mesmos hábitos e cultura, se calhar da mesma região» (Os 58 Dias Que Abalaram Macau, José Pedro Castanheira. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1999, p. 92).

      Muito bem, é substantivo, tem hífenes: frente-a-frente. As locuções sinónimas são cara a cara, face a face (ambas registadas por Fr. Domingos Vieira, por exemplo) e frente a frente. E se eu quiser escrever «cara-a-cara» ou «face-a-face»? Se calhar não posso, querem ver. O que sem qualquer dúvida está errado no dicionário da Porto Editora é a definição de frente-a-frente: «debate entre duas pessoas». Um encontro, uma mera conversa é um frente-a-frente — não politizem a língua, por favor. (A porcaria do Acordo Ortográfico de 1990 até isto estraçalhou: para essa gente, agora temos, em todos os sentidos, «frente a frente».)

 

[Texto 11 838]

Helder Guégués às 07:03 | comentar | ver comentários (1) | favorito

Léxico: «multipremiado»

Como temos outras

 

   «“Ano após ano, os representantes lusitanos comprovam e promovem a enorme qualidade dos estudantes nacionais de Biologia, cuja qualidade técnica e académica é, invariavelmente, multipremiada ano após ano”, sublinha a Ordem dos Biólogos» («Alunos portugueses vencem medalha de bronze nas Olimpíadas Internacionais de Biologia», Rádio Renascença, 21.07.2019, 16h33).

 

[Texto 11 837]

Helder Guégués às 07:00 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «marinheiras»

Só nas prateleiras

 

      Pessoalmente, estou menos preocupado que as bolachas marinheiras nos façam engordar do que com a ausência da palavra marinheira nesta acepção nos nossos dicionários. Estaladiças, semelhantes a tostas, pois não contêm açúcar, são feitas com azeite e fermento biológico — quem não as conhece? Pelos vistos, muita gente, já que não aparecem nos dicionários. É só abrir os olhos.

 

[Texto 11 836]

Helder Guégués às 06:58 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «lolardo»

Num bilingue, nada mais

 

      «Se por detrás de Lutero está Lourenço Vala e o geral dos Agostinhos Staupitz; se por detrás de Calvino está Jacques Lefevre; de Huss os patriotas boémios e de Wiclef os lolardos, também por detrás dos padres egressos portugueses Miranda, Melo, Ribeiro, Chaves e Almeida, estão duas grandes figuras de portugueses: o corajoso e leal bispo de Viseu, Alves Martins, e o genial historiador Alexandre Herculano» (Vidas Convergentes, Eduardo Moreira. Carcavelos: Junta Presbiteriana de Cooperação em Portugal, 1958, pp. 252-53).

 

[Texto 11 835]

Helder Guégués às 06:56 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «amostra problema»

Não é um problema

 

      «“Tal como em anos anteriores, verifica-se que o número de perfis inseridos para fins de investigação criminal é consideravelmente superior ao número de perfis inseridos para fins de identificação civil. A base de dados é composta sobretudo por perfis de condenados (9128) e por amostras problema para investigação criminal (2455)”, refere o Conselho de Fiscalização da Base de Dados de Perfis de ADN» («Base de dados de perfis de ADN conseguiu 11.774 amostras em oito anos», Expresso, 21.07.2019, 18h59).

      A lei define amostra problema como a amostra (de qualquer vestígio biológico de origem humana destinado a análise de ADN), sob investigação, cuja identificação se pretende estabelecer. E a amostra problema compara-se com quê? Com a amostra referência. Convinha estar dicionarizado: no Público, apareceu grafado com hífen, «amostra-problema» («Mais de 11 mil amostras de perfis de ADN em oito anos», 22.07.2019, p. 17).

 

[Texto 11 834] 

Helder Guégués às 06:45 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,
25
Jul 19

Léxico: «profissional»

Já viram que...

 

      Sobretudo canalizadores e electricistas, e membros de outras áreas de ofícios manuais, que estão mais ocupados do que os advogados, anunciam e garantem quase sempre, na publicidade que fazem, um «trabalho profissional». E nós, seus clientes, sem pensar na espécie de apropriação que eles fazem de profissões como a dos médicos, contabilistas ou, lá está, advogados, não queremos outra coisa, mas de quando em quando somos enganados. Bem, aquela particular acepção de profissional, tão comum no dia-a-dia (até prostitutas anunciam serviços «profissionais») não está nos nossos dicionários. Sim, o dicionário da Porto Editora aproxima-se, mas falta uma voltinha naquela terceira acepção.

 

[Texto 11 833]

Helder Guégués às 06:43 | comentar | favorito
Etiquetas: ,