Léxico: «manose | sobrevida»

De pouco serve

 

      «A cientista explicou à Lusa que a vacina tem na sua composição um açúcar simples (manose) e uma sequência de dois péptidos (frações de proteínas) que está presente nas células de melanoma. [...] Num próximo passo, a equipa científica, que pretende patentear a vacina e produzi-la à escala industrial para a testar novamente em animais e depois em humanos, vai estudar as implicações da vacina no cancro do pâncreas, cujos doentes têm uma sobrevida “muito baixa”» («Cientistas testam com sucesso vacina contra cancro agressivo da pele», Jornal de Notícias, 5.08.2019, 19h45).

      Foram ambos relegados para o Dicionário de Termos Médicos da Porto Editora, como se apenas interessassem a um nicho. Mais e pior: as definições deixam muito a desejar. No caso de manose, não se diz que se trata de um açúcar. Que eu saiba, os dicionários não são apenas para especialistas. No caso de sobrevida, diz-se isto: «Ato de sobreviver.» Com isto, não se adianta nem se atrasa.

 

[Texto 11 891]

Helder Guégués às 00:15 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,