Léxico: «criptopórtico»

E fala-se nele todos os anos

 

      «Até agora, o Criptopórtico Romano de Lisboa só abre duas vezes por ano — em abril, aquando no Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, e em setembro, durante as Jornadas Europeias do Património. [...] Construir galerias subterrâneas ortogonais “foi uma solução técnica desenvolvida pelos engenheiros romanos para permitir a construção num terreno instável ou a vencer o declive, como se de um grande alicerce se tratasse, para assentar no seu topo estruturas das quais desconhecemos a função”, explica a autarquia» («Galerias Romanas de Lisboa passam a estar abertas todo o ano em 2020», Carolina Rico, TSF, 6.08.2019, 8h52).

      Parece mentira, bem sei, mas criptopórtico não está no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora.

 

[Texto 11 931]

Helder Guégués às 05:30 | comentar | ver comentários (3) | favorito
Etiquetas: ,