Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Léxico: «carrega»

Do Brasil...

 

      A Porto Editora tem de saber: no Porto, há o Jardim do Carregal. Aliás, por todo o País há dezenas de lugares com este nome. Ora, carregal, como nome comum, designa o terreno ou sítio encharcado ou à beira de ribeiro, onde abunda uma planta ciperácea chamada cárrega ou carrega. Para o dicionário da Porto Editora, contudo, carrega é somente a «planta poácea do Brasil». Para o investigador e divulgador Horácio Marçal (1906-1988), o topónimo Carregal derivaria de carrega, «planta gramínea dos terrenos alagadiços». Hum, e estamos de novo perante a antiga paixoneta da Porto Editora pelo Brasil...

 

[Texto 12 079]

Léxico: «arrábido»

Bom para confundir

 

      O botânico Avelar Brotero (1744-1828) estudou em Mafra com os religiosos arrábidos e, mais tarde, frequentou a Universidade de Coimbra. Ora bem, uma pessoa menos informada que consulte o verbete arrábido no dicionário da Porto Editora (e noutros, como poderão comprovar) vai ficar com informação insuficiente: «relativo ao convento que se ergue na encosta sul da serra da Arrábida». Perante isto, ou procura noutra fonte ou encolhe os ombros.

 

[Texto 12 078]

Pág. 77/77