10
Mar 20

Léxico: «termociclador»

Ou máquina de PCR

 

      «Daí passa-se para a sala de extração, que tem equipamentos que retiram da amostra do doente qualquer componente que possa interferir com o procedimento de deteção e extraem os ácidos nucleicos, ou seja, o genoma do vírus, concentrando-o de forma que nos passos seguintes esteja lá o material genómico do vírus para proceder à PCR – Reação de Polimerase em Cadeia, que é então a multiplicação de cópias do genoma do vírus, que, depois de extraído, é conservado no frigorífico enquanto numa sala completamente limpa, em que apenas entram reagentes e material esterilizado, se prepara a mistura de reagentes, sem contaminantes, que depois são trazidos para uma outra sala onde se junta ao que foi extraído da amostra do doente para fazer a deteção numa máquina chamada termociclador» («Se o coronavírus chegar a Portugal é este laboratório que vai detetá-lo», Catarina Pires, Diário de Notícias, 8.02.2020, p. 17).

 

[Texto 12 926]

Helder Guégués às 10:00 | comentar | ver comentários (3) | favorito
Etiquetas: ,

Definição: «governador civil»

Já foi

 

      «Governo designará novo governador do Banco de Portugal no fim do atual mandato» (Rádio Renascença, 4.03.2020, 17h00). Está no dicionário da Porto Editora, sim, mas já quanto a governador civil não se devia dizer que era, até 2011, o «representante do governo central junto dos órgãos da administração local de cada distrito, sobre os quais exercia tutela administrativa»? É que, definido desta maneira, Yeo, o coreano meu conhecido, e com ele muitos aprendentes do nosso idioma, vai ficar convencido de que é agora assim, e não é. Já foi.

 

 [Texto 12 925]

Helder Guégués às 09:45 | comentar | ver comentários (1) | favorito

Léxico: «microwatt»

Também lá está

 

      «De acordo com os engenheiros envolvidos no projeto, este telemóvel funciona apenas com alguns microwatts de energia por chamada. O telemóvel é capaz de reconhecer voz, ligar os fones e fazer comunicações de entrada e de saída em tempo real. Ao retirar energia do ambiente, consegue trabalhar quase indefinidamente, a uma distância máxima de 15 metros da antena mais próxima» («Já existe o telemóvel que funciona sem qualquer bateria», M. Francis Portela, Motor 24, 10.07.2017).

      É isso mesmo, Porto Editora, trata-se da unidade de potência, equivalente a um milionésimo de watt. Também está no VOLP da Academia Brasileira de Letras.

 

[Texto 12 924]

Helder Guégués às 09:30 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «rio-avense»

Usado e esquecido

 

      «“Senti uma enorme alegria. Queria que o jogo começasse, para que tudo começasse a sair bem, para ficar menos nervoso. Era mais ansiedade do que nervosimo”, recorda o Vítor, que iniciou a época como capitão dos juniores (desde os iniciados que foi sempre o capitão de equipa do Rio Ave). Uma prata da casa que foi atirada às feras, como se diz na gíria de café, a 19 de Março passado, mas que agarrou o lugar no meio-campo vila-condense, ainda na adolescência dos sonhos (na esteira de outros rio-avenses, como Fábio e Miguelito, que atingiram a maioridade ainda mais cedo)» («José Gomes da Silva, Vítor Gomes da Silva», Fernando Mendes, Pedro Correia, Jornal de Notícias, 20.04.2006, 00h00).

 

[Texto 12 923]

Helder Guégués às 09:15 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «linfocítico»

A quem o perdeu

 

      «São dez mil euros para investigar o tipo de leucemia aguda mais comum nas crianças. A bolsa quer pôr investigadores a estudar a leucemia linfocítica aguda (LLA), de forma a “aumentar o conhecimento sobre esta doença, o diagnóstico, o tratamento, a monitorização e a qualidade de vida dos doentes”» («Dez mil euros para investigar o tipo de leucemia aguda mais comum nas crianças», Público, 23.01.2020, 9h03).

      Parece que o perdeste, Porto Editora. Lá o encontramos no VOLP da Academia Brasileira de Letras.

 

[Texto 12 922]

Helder Guégués às 09:00 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «roquete»

Não devolvo

 

      Comprei uma chave de roquete com dentado reforçado — mas só agora vejo que este roquete não está no dicionário da Porto Editora. Devolvo-a?

 

[Texto 12 921]

Helder Guégués às 08:45 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «trança»

Uma trança comestível

 

      Eis aqui uma trança de maçã e canela. Parece apetitosa. Mas trança nesta acepção não devia estar em todos os dicionários?

 

[Texto 12 920]

Helder Guégués às 08:30 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «tertuliano»

Sim senhor

 

      «Na primeira noite, a 22 de Fevereiro, Raul Solnado falou para umas três dezenas de pessoas abrigadas da chuva e (muitas delas) atrasadas porque o Benfica jogava para a Taça UEFA. O ritual manteve-se nos meses seguintes: jantar e conversa. Já em Junho, com Lídia Jorge, houve overbooking e alguns dos mais de 50 tertulianos tiveram mesmo de jantar fora da sala antes de se juntarem à conversa pós-refeição» («Vá-vá. O que torna este café tão especial?», Luís Francisco, Público, 25.07.2007, 00h00).

    Para o dicionário da Porto Editora, que não: ou tertúlios ou tertuliantes. O sensato VOLP da Academia Brasileira de Letras, que sim senhor, existe, use-se.

 

[Texto 12 919]

Helder Guégués às 08:15 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,
10
Mar 20

Definição: «raspadinha»

Já não é só isso

 

      «Portugal é o país da Europa onde se gasta mais dinheiro em raspadinhas. Só em 2018 os portugueses gastaram quase 1,6 mil milhões de euros neste jogo — são mais de quatro milhões de euros por dia (há casos de portugueses a gastarem 500 euros em 24 horas). O problema tem sido “negligenciado” e urge impor medidas para regulamentar o jogo, segundo Pedro Morgado, autor do estudo publicado esta quinta-feira na revista “The Lancet Psychiatry”» («A eutanásia foi aprovada. E agora?», Ricardo Costa, director de Informação da SIC, Expresso Curto, 21.02.2020).

      A meu ver, os dicionários já não podem continuar a defini-la como o jogo em que se raspa o revestimento de um cartão para descobrir se se teve prémio, dado que também se faz no próprio sítio da Santa Casa, uma raspadinha digital.

 

[Texto 12 918]

Helder Guégués às 08:00 | comentar | ver comentários (1) | favorito