Género: «entorse»

Ainda não aprenderam

 

      «Algumas câmaras comunistas da margem sul [sic], como o Seixal e a Moita, já vieram dizer que são contra o aeroporto do Montijo. De acordo com a lei, o seu parecer é vinculativo. O Governo sugeriu uma alteração à lei para contornar este impedimento. O PSD veio ontem dizer, por David Justino, que nem pensar, por ser um entorse ao Estado de direito, apesar de reconhecer que a lei é estúpida. E a seguir, para quem tivesse dúvidas, Salvador Malheiro disse o mesmo numa conferência de imprensa» («Discutir eternamente onde fica o aeroporto. Eis o desporto favorito dos portugueses», Martim Silva, director-adjunto, Expresso Curto, 27.02.2020).

      Entorse, Martim Silva, senhores jornalistas, é do género feminino, «uma entorse». Não parece difícil.

 

[Texto 12 953]

Helder Guégués às 16:30 | comentar | favorito
Etiquetas: ,