22
Mai 20

Léxico: «fritar | fritura»

Temos pois

 

      Repara só nisto, Porto Editora, na imprensa portuguesa de ontem: «Bolsonaro frita Regina: atriz cai da Secretaria da Cultura» (José Miguel Gaspar, Jornal de Notícias, 21.05.2020, p. 30). Irónico, não é? Vejo-a todos, todos os dias na imprensa brasileira: «Após fritura, Regina Duarte deixa chefia da Cultura» (Talita Fernandes, Gustavo Uribe e Daniel Carvalho, Folha de S. Paulo, 21.05.2020, p. B10). E não temos nós também um fritar metafórico e arredado dos dicionários? Assim de repente, lembro-me deste: «— Os tipos se me apanham, fritam-me — confirmou Queiroga, inquieto» (Debaixo do Cedro, Amílcar da Silva Ramada Curto. Lisboa: J. Rodrigues, 1931, p. 337).

 

[Texto 13 412]

Helder Guégués às 10:00 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «pantorrilha | panturrilha»

São nossos os dois

 

      «“Minha colega me puxou para o banheiro, e a gente se escondeu. A única coisa que lembro bem foram os disparos. Eu só percebi que tinha sido baleada quando senti o meu pé molhado”, recorda ela, que foi atingida na panturrilha» («Ataque a barreira sanitária», Hilza Cordeiro, Correio da Bahia, 6.05.2020, p. 16). Pese embora a etimologia, é somente com a grafia panturrilha que a vemos registada em dicionários e vocabulários brasileiros. Já no dicionário da Porto Editora só nos aparece com a grafia pantorrilha e, contudo, no Dicionário de Português-Italiano aparece com a grafia panturrilha. É óbvio que se trata de variantes.

 

[Texto 13 411]

Helder Guégués às 09:45 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «febre Q»

Q de quê?

 

      «Em 1996, estava no hospital de Moulhouse, no leste de França, quando a região sofreu uma epidemia de coxiella (febre Q)» («O “olho clínico” de Didier Raoult», João Vaz, Correio da Manhã, 21.05.2020, p. 16). Se coxiella está no Dicionário de Termos Médicos da Porto Editora, febre Q (do inglês Query fever) não está no dicionário geral, onde encontramos várias outras febres e febrículas. Filhos e enteados na lexicografia.

 

[Texto 13 410]

Helder Guégués às 09:30 | comentar | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «basalioma | basocelular»

Não se diz

 

      «Anabela Faria [médica dermatologista] recorda ainda que há diferentes tipos de cancro de pele. Embora o melanoma seja aquele que mais preocupe os profissionais, a verdade é que anualmente são diagnosticados na Região outros cancros cutâneos, nomeadamente dos chamados carcinomas basocelulares (ou basaliomas) ou dos carcinomas espinocelulares. “Este é o cancro de pele não melanoma”, explica. Estes são cancros mais frequentes, mas um diagnóstico precoce leva a 99% de curas. “São situações que têm de ser tratadas e diagnosticadas com celeridade, mas nunca como um melanoma”» («60 casos de melanoma em três anos», Ana Luísa Correia, Jornal de Notícias da Madeira, 11.05.2020, p. 11). O primeiro, basocelular, só está no Dicionário da Língua Portuguesa; o segundo, basalioma, só está no Dicionário de Termos Médicos. Lógica? Em basalioma, diz-se que é o «termo obsoleto do carcinoma de células basais». Então e qual é o termo actualmente em uso? Não será carcinoma basocelular?

 

[Texto 13 409]

Helder Guégués às 09:15 | comentar | ver comentários (2) | favorito

Léxico: «gastança»

Poupança e gastança

 

      «Qualquer sinal de gastança pode ser um entrave a mais para a política de juros do Banco Central (BC), modulada como estímulo a uma economia fortemente retraída. Juros baixos contribuem também para aliviar os encargos do Tesouro, facilitando a arrumação das contas públicas e liberando recursos para despesas fundamentais» («Os juros e o perigo da gastança», O Estado de S. Paulo, 16.05.2020, p. A3).

 

[Texto 13 408]

Helder Guégués às 09:00 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «madeirite»

Ainda não acabaram, não

 

      «Para fazer o fechamento da abertura de limpeza, corte um pedaço de madeirite de 15 x 10 cm e faça dois cortes na vertical» («Como se faz», Dicas para o Construtor, Abril de 2020, p. 22). É a placa de compensado de madeira, a nossa aparite.

 

[Texto 13 407]

Helder Guégués às 08:45 | comentar | ver comentários (3) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «batata-palha»

Escorraçada dos dicionários?

 

      Na obra As Minhas Receitas de Bacalhau, o reputado chefe Vítor Sobral tem uma receita de bacalhau crocante com azeitonas e tomate seco. Um dos ingredientes é batata-palha. À atenção da Porto Editora.

 

[Texto 13 406]

Helder Guégués às 08:30 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «choque hipovolémico»

A lógica e a adenda

 

      «Não fosse o socorro imediato por parte dos bombeiros e do INEM, com recurso a um garrote, e a vítima teria morrido por “choque hipovolémico” (perda de mais de 20% do sangue do corpo), refere a PJ de Aveiro, que deteve o suspeito, indiciado por homicídio qualificado, na forma tentada. Um juiz no DIAP de Aveiro colocou-o em prisão preventiva» («Esmagou o irmão contra um pilar», João Paulo Costa, Jornal de Notícias, 21.05.2020, p. 22).

      Era esta adenda que eu queria na definição de choque hipovolémico no dicionário da Porto Editora, que actualmente diz apenas isto: «situação em que há uma diminuição do volume total do sangue que circula no organismo». Bem, isto não é o pior; pior é a locução estar dicionarizada em «hipovolémico» e outras em tudo semelhantes, como choque anafiláctico, estarem em «choque». Está a escapar-me a lógica por detrás disto.

 

[Texto 13 405]

Helder Guégués às 08:15 | comentar | ver comentários (1) | favorito
22
Mai 20

Léxico: «líbero»

Está visto (e ouvido) que não

 

      «Aposentado do voleibol desde o último fim de semana, o ex-líbero Serginho, 44 anos, deixa as quadras como uma das principais referências do esporte no país e também como um fenômeno da sua posição. A função exclusivamente de defesa foi oficializada pela FIVB (Federação Internacional de Vôlei) em 1998 e, de lá para cá, é quase unânime que nenhum atleta atuou tão bem nela quanto o jogador brasileiro» («‘Valorizei a posição de líbero no vôlei’, afirma Serginho, aos 44», Carlos Petrocilo, Agora, 21.05.2020, p. B2).

      A minha filha já me tem dito que é nesta posição que joga. Pois, vólei. Definição do dicionário da Porto Editora, que afirma tratar-se de vocábulo usado apenas no Brasil: «(futebol) jogador que actua atrás dos companheiros da defesa, corrigindo as suas eventuais falhas».

 

[Texto 13 404]

Helder Guégués às 08:00 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,