21
Set 20

Definição: «lagartixa-da-montanha»

Quase certo

 

      «E há também alguma fauna que, existindo noutros locais, encontra aqui um refúgio “de excelência”. Como a lagartixa-de-montanha (Iberolacerta monticola), endémica da serra» («A paisagem invisível que nos mata a sede», Patrícia Carvalho, Público, 17.08.2020, p. 13).

      É lagartixa-da-montanha, Patrícia Carvalho. Porto Editora, parece-me que tens de corrigir aqui alguma coisa: «ZOOLOGIA (Lacerta monticola) pequeno réptil sáurio, da família dos Lacertídeos, endémico da Península Ibérica e existente em Portugal (Serra da Estrela), apresenta corpo algo robusto de coloração esverdeada ou acastanhada, mais clara na área do ventre, com padrão de manchas escuras dispostas em faixas longitudinais no dorso e nos flancos, sendo a cauda, longa, mais comprida do que o corpo».

 

[Texto 13 998]

Helder Guégués às 10:15 | comentar | ver comentários (2) | favorito

Léxico: «maximalismo | maximalista»

Agora reencontrados

 

      Porto Editora, perdeste alguma coisa? «Nos dias que correm, encontramo-nos, novamente, no centro de um período maximalista — e o maximalismo de hoje joga com tamanho e proporção, e é muito sobre cores intensas e padrões fortes» («Não és tu, sou eu», Mónica Bozinoski, Vogue, Agosto de 2019, p. 252).

 

[Texto 13 997]

Helder Guégués às 10:00 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «bananito»

Depois pagam

 

      «Queria pesquisar analito, ananico, ananto, balanite, bananeiro, bananice, banano, caganito, facanito

      O leitor já alguma vez pensou quanto custa cada texto que aqui publico? Ah, não... Este, por exemplo, custou 2,79 euros. Comprei meia dúzia de bananitos só para fazer a degustação — porque a palavra não está registada nos nossos dicionários. E há anos que se vêem bananitos à venda. Não são bananas pequenas, são uma variedade de bananas. As bananas comuns custam entre 0,79 e 1,05 euros; os bananitos são vendidos a 10,99 euros. Os que comprei eram do tamanho do meu polegar, ou seja, cerca de 8 cm. São muito mais doces do que a maioria das outras bananas e a polpa, firme, é de um amarelo intenso, muito semelhante a plasticina amarela.

 

[Texto 13 996]

Helder Guégués às 09:45 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Horas canónicas

Pouco canónico

 

      «Segundo o programa divulgado este sábado, após o acolhimento do corpo de D. Anacleto, decorrerá às 22.30 horas na Sé de Viana a Oração de Completas» («Restos mortais de D. Anacleto velados na Sé de Viana a partir de segunda-feira», Ana Peixoto Fernandes, Jornal de Notícias, 19.09.2020, 18h49).

      Infelizmente, o tratamento das horas canónicas no dicionário da Porto Editora é muito desigual. Comparemos só duas. Completas está assim definido: «RELIGIÃO (catolicismo) hora canónica do breviário que termina o ofício do dia». Tércia remete simplesmente para terça, que diz isto: «a segunda das horas canónicas, que se cantava na terceira hora do dia (nove horas)». Umas têm indicação do domínio, outras não; umas referem que o termo diz respeito ao catolicismo, outras não; umas têm verbete autónomo; outras, que também o podiam ter, não; nem todas as horas estão dicionarizadas.

 

[Texto 13 995]

Helder Guégués às 09:30 | comentar | ver comentários (5) | favorito

Léxico: «frotteurismo | frotteurista»

Coçar os genitais

 

      «Só não sabia que, anos mais tarde, já como psicóloga, se depararia com casos semelhantes e perceberia, por fim, o porquê de tão inquietante comportamento. O indivíduo em causa sofria, deduz-se, de frotteurismo (do francês “frotteurisme”, que por sua vez provém de “frotter”, que significa esfregar). O frotteurismo, ou frotismo, é pois a excitação sexual resultante da fricção dos órgãos genitais ou do toque no corpo de uma pessoa desconhecida e geralmente vestida» («Quando roçar genitais é uma doença», Ana Tulha, Notícias Magazine, 17.09.2020).

      Quanto a frotismo, é a primeira vez que deparo com ele. Quer então dizer que um frotista tanto pode ser o dono de uma frota como aquele que tem comichão nos..., enfim, vocês sabem. Já frotteurismo é conhecida, suponho, de todos. Nenhuma delas o dicionário da Porto Editora acolhe. Ocorre apenas em dois textos de apoio da Infopédia, e num deles («Parafilia»), por sinal, mal grafado: «As principais categorias deste tipo de desvio são a pedofilia, o exibicionismo, o sadismo e o masoquismo sexual, o voyeurismo, o fetichismo e o frotteurismo.» Claro que sei porque está mal grafado, mas não posso soprar ao ouvido de cada um dos desprevenidos falantes que ali desemboquem. Enfim, há lá erros maiores, e um deles vimo-lo aqui recentemente — «assembleia-geral».

 

[Texto 13 994]

Helder Guégués às 09:15 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas: ,
21
Set 20

Léxico: «quadrimensional»

Pecado capital

 

      «Mas à antiga concepção de espaço tridimensional, ou, agora, quadrimensional, incluindo o tempo, as ciências formais (permitam-me um bocadinho de digressão profissional), as ciências formais opõem uma concepção bastante mais abstracta de espaço, que é precisamente a concepção da topologia» (Estudos sobre Vergílio Ferreira, Helder Godinho. Lisboa: INCM, 1982, p. 496).

      Não o registas, Porto Editora, mas — pecado capital em dicionarística — não deixas de o usar num verbete, em tesseracto: «GEOMETRIA figura geométrica quadrimensional que é análoga à figura do cubo para um espaço tridimensional; hipercubo quadrimensional».

 

[Texto 13 993]

Helder Guégués às 09:00 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,