12
Out 20

Léxico: «chicha»

Tem as suas diferenças

 

      «Ao que o CM apurou, a conduta dos profissionais foi detetada numa rusga a uma cela, em que foram apreendidos 30 quilos de açúcar que se suspeita poderem servir para a confecção de ‘xixa’ (bebida alcoólica ilegal)» («Chefes com álcool na prisão», M. C., Correio da Manhã, 12.10.2020, p. 15).

      É chicha que se escreve, M. C., como eu escrevi aqui em 2016. Está no dicionário da Porto Editora: «bebida alcoólica de fabrico artesanal, obtida pela fermentação de determinados cereais, raízes, sementes (milho, mandioca, etc.) ou frutas».  Não sei se não se devia indicar o seu uso nos meios prisionais, tendo em conta a nota que deixei naquele texto: «Claro que, noutro meio, foi alterada: nas cadeias portuguesas, é feita de fruta, sobretudo laranjas e maçãs, água e pão, por causa do fermento. Por vezes, acrescenta-se-lhe açúcar.»

 

[Texto 14 131]

Helder Guégués às 10:00 | comentar | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «electrodérmico»

Banha da cobra

 

      «Disponível em cinco tamanhos diferentes, este anel inteligente dá-nos assistência diária no que toca a stress e recuperação. Para conseguir esse feito, o gadget deteta o nível de ansiedade medindo a atividade eletrodérmica e a condutividade da pele no dedo onde está colocado» («Moodmetric Ring. Atividade eletrodérmica», Gadget, Outubro de 2020, p. 62).

 

[Texto 14 130]

Helder Guégués às 09:45 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «corrécio»

Parece mesmo

 

      «O meu testemunho é diferente por valorizar os corrécios de delito comum ou militar» (Memórias de Um Desertor, Sérgio Palma Brito. Lisboa: Edições Colibri, 2020, p. 146). «Queria pesquisar correcto, corredio, correio?», pergunta o dicionário da Porto Editora. Conheço a palavra há tanto tempo, que me parece inacreditável que o dicionário da Porto Editora não a registe.

 

[Texto 14 129]

Helder Guégués às 09:30 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «antidepressor»

Em alta

 

      Porto Editora, opulenta-te com mais este: «O consumo de antidepressores continua em alta, com mais 287 mil embalagens vendidas no primeiro semestre deste ano, para um total de 4,8 milhões, de acordo com o Infarmed» («Vendidas mais 287 mil embalagens de antidepressores», Jornal de Notícias, 10.10.2020, p. 12).

 

[Texto 14 128]

Helder Guégués às 09:15 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «lava-rodados»

Mais uma fracçãozinha

 

      Mais uma fracçãozinha da realidade desconhecida dos nossos dicionários: «Por dia, é expectável que sejam retiradas “cerca de 800 toneladas”, avançou o edil. Contas feitas, serão 32 camiões a sair com lixo tóxico das antigas minas todos os dias. Há mais de um mês que arrancaram os trabalhos de desmatação e de limpeza dos terrenos, sendo já visível à saída do estaleiro uma balança onde cada camião carregado será pesado e um lava-rodados» («Vão sair 32 camiões por dia com lixo tóxico em S. Pedro da Cova», Marta Neves, Jornal de Notícias, 10.10.2020, p. 26).

 

[Texto 14 127]

Helder Guégués às 09:00 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «podadora»

Mas já que fala nisso

 

      «“Numa outra vida, acho que o príncipe Charles teria sido um agricultor”, disse David Wilson, o gerente da Home Farm, ao The New York Times, em 2007. Num documentário da BBC, que foi exibido em setembro de 2010, Carlos chegou a admitir “falar com as árvores” e fazer “patrulhas” todas as noites, de podador na mão, para aparar as sebes. “É uma ótima terapia”, disse» («Carlos prepara-se para assumir o trono e abandona o negócio agrícola», Diário de Notícias, 24.08.2020, 17h09, itálico meu).

      Os afortunados falam com as árvores das suas propriedades; o comum dos mortais é com as paredes que fala. Os mais infelizes, esses é com as pedras da calçada que desabafam. O jornalista que redigiu este artigo devia falar mais com os dicionários. Podador é o que ou aquele que poda — o instrumento é a tesoura de podar. E, contudo, há máquinas para podar a que se dá o nome de podadoras, e estas não estão nos dicionários.

 

[Texto 14 126]

Helder Guégués às 08:45 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «mixoma | poxvírus»

Inconclusivo

 

      «A mixomatose é uma doença provocada pelo Mixoma, um vírus pertencente ao grupo dos poxvírus e cujo genoma é composto de ADN. No seu hospedeiro natural, o coelho americano (Sylvilagus sp.), este vírus apenas causa uma doença benigna. Por outro lado, no coelho-bravo (Oryctolagus cuniculus) a mixomatose é mortal» («Equipa do CIBIO-InBIO identifica vírus que está a matar as lebres ibéricas», Notícias da Universidade do Porto, 12.06.2019).

      Ora, em todos os nossos dicionários, pelo que pude ver, mixoma está somente registado como tumor — e, mesmo assim, não vejo muitos pontos em comum nas diversas definições. Surge então aqui a oportunidade, não para lamentar, mas para rever esta questão.

 

[Texto 14 125]

Helder Guégués às 08:30 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «repudiante»

E isto

 

      Este ficou escondido num dicionário bilingue: «Todavia, o repúdio tem como consequência o assumir pelos descendentes do lugar do repudiante, por direito de representação, e para evitar transferir os problemas para os filhos, estes devem também repudiar a herança» («Recusar ou aceitar uma herança», Jorge Batista da Silva, bastonário da Ordem dos Notários, Jornal de Notícias, 9.10.2020, p. 34).

 

[Texto 14 124]

Helder Guégués às 08:15 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,
12
Out 20

Léxico: «debatedor»

Apanha-o

 

      Porto Editora, deixaste cair isto: «Perante a negligência, o seu oponente democrata na eleição de 3 de novembro, Joe Biden, de 77 anos, propôs um debate virtual, com os dois em espaços diferentes. Trump, um debatedor frontal que medra na proximidade e se alimenta do confronto direto, quase físico, recusou terminantemente» («Trump recusa debate virtual e Biden aceita adiar oito dias», Jornal de Notícias, 9.10.2020, p. 31).

 

[Texto 14 123]

Helder Guégués às 08:00 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,