Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Léxico: «lechiguana | lecheguana»

Mel venenoso

 

      «Que memória consoladora para um viajante que durante seis anos (1816-1822), atravessando o “sertão brabo” e a fera floresta, quase morrera devido à ingestão de mel venenoso da “vespa lechiguana”, enfrentara os minúsculos “bicho-de-pé” (uma espécie de pulga que penetra a carne do hospedeiro quando se encontra adormecido e nela chega a pôr ovos), as onças e todos os predadores que muito legitimamente defendiam o seu habitat e os seus estômagos!» («O riso de uma borderline», Susana Neves, Tempo Livre, Set-Out. 2020, p. 9). (Pena o erro no plural: é «bichos-de-pé».)

 

[Texto 14 403]

Léxico: «samaúma»

Não queremos isso

 

      «Ao escritor Alberto Pimentel, vereador do pelouro dos jardins do Município de Lisboa no princípio do século XX, devemos uma das mais preciosas descrições de como era dormir sobre samaúma ou sumaúma» («O riso de uma borderline», Susana Neves, Tempo Livre, Set-Out. 2020, p. 9).

      Atenção às variantes, Porto Editora. Temos larguíssimas centenas, quando não milhares, de variantes. Desprezá-las ou silenciá-las só mostrará a nossa estultícia.

 

[Texto 14 402]

Pág. 1/73