Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Léxico: «interepidémico»

Nisso não são fortes

 

      «Na Europa, na semana entre 1 e 7 de fevereiro, a atividade gripal manteve-se em níveis inter-epidémicos, com identificação esporádica de casos de gripe em amostras provenientes de sistemas de vigilância sentinela e não-sentinela. Foram identificados vírus do tipo A e B» («Gripe? Casos detetados este ano são residuais e imunidade terá recuado», João Cunha e Marta Grosso, Rádio Renascença, 25.02.2021, 9h46).  

      Podem ser dois, podem ser quatro, mas poucas vezes fazem uso das regras da lógica. Se se escreve, por exemplo, interescolar, como acham que se devia escrever aquela palavra? Vá lá, menos preguiça. Só podemos descansar depois de nos cansarmos.

 

[Texto 14 752]

«Ouvisto!»

Livra!

 

      Já Madureira Feijó avisava que não é «ouvisto», mas «ouvido» o particípio de ouvir. Ora, no dia 13 (azar!), ouvi parte do programa O Povo Que Volta a Cantar, de Tiago Pereira, na Antena 1. Pois, lá lhe escapou: um trava-língua «que nunca tinha ouvisto nesta zona». Acho que isto não deixa de fazer estragos nos ouvidos dos ouvintes mais impreparados. (Sim, que podem ser professores, que também já vi darem este erro.) Mais próximo do povo, meus amigos, é impossível.

 

[Texto 14 751]