Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Al-Azhar, Al-Azar, Alazar

Quase Salazar

 

      «No continente africano, encontramos as duas universidades mais antigas do mundo: Universidade Al Quaraouiyine, (Fez, Marrocos, 859) e Universidade de Alazar (Cairo, Egito, 988)» («Espanhol e português – de uni(ci)dade e de diversidade», Margarita Correia, Diário de Notícias, 26.04.2021, p. 28).

      Habitualmente, o que vemos é Al-Azhar, mas está certo. Salto menos brusco, e que já tenho visto, é escrever-se Al-Azar. Enfim, temos escolha, não há azar.

 

[Texto 15 019]

Léxico: «linear»

Quase em cifra

 

      «Percorremos lineares de supermercado e encontramos uma profusão de pequenas delícias a que nos entregamos depois em casa, trate-se de refeições congeladas completas, preparados frescos prontos a levar ao forno, ou de elementaridades como croquetes, rissóis e pastéis de bacalhau» («Pratos de chef no conforto de casa», Fernando Melo, Diário de Notícias, 26.04.2021, p. 30). Gíria que seja, temos de saber, ou não?

 

[Texto 15 018]

Léxico: «Espiga | Régulo»

Que espiga!

 

      «“A Super Lua encontra-se na constelação de Balança e logo acima ver-se-á o triângulo da Primavera formado pelas estrelas: Arcturo, Espiga e Régulo. Marte estará localizado mais acima do lado oeste na constelação de Gémeos.” É o que descreve também a página do Observatório Astronómico de Lisboa [OAL]» («Há uma Super Lua cor-de-rosa para ver nos céus esta noite», Catarina Maldonado Vasconcelos, TSF, 26.04.2021, 11h58).

      Pois é, Porto Editora, só te lembraste da estrela Arcturo. Espiga e Régulo ficaram de fora, como se não existissem.

 

[Texto 15 017]

Léxico: «piós»

Não procurem aí

 

      «Erguido por ele a um voo de glorioso alcance, como a ave que se levanta orgulhosa sobre os pioses dos homens, encontro-me no momento em que o chefe do género humano, despojado das insígnias divinas, que a mão do Omnipotente lhe vestira, perde o candor de pureza intelectual que fora seu património, e caminha através das gerações, corrompido e debilitado e decaído da sua primitiva natureza» (Obras Completas, Camilo Castelo Branco, Vol. 14. Estudos biobibliográficos, fixação do texto e anotações de Justino Mendes de Almeida. Lisboa: Lello & Irmão, 1982, p. 81).

      Piós (pl. pioses) são as correias nos pés das aves de altanaria. Não procurem no dicionário da Porto Editora.

 

[Texto 15 016]

Léxico: «metopossauro»

Com milhões de anos, mas ignorado

 

      «Antes, numa rotunda da freguesia de Salir, é inaugurado um monumento evocativo ao metopossauro encontrado a cerca de dois quilómetros de distância da vila» («A salamandra Algarvensis dá nome a geoparque e é recriada em monumento», Idálio Revez, Público, 23.04.2021, p. 20).

 

 

[Texto 15 015]