Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Plural: «escritor-fantasma»

Setembro quente

 

       «Afinal, sem recurso a escritores-fantasma, o empresário [Pinto Balsemão] planeou a sua vingança. Que vai servir a frio, três anos depois, no início de Setembro» («Vingança a frio», repórter T&Q, Tal & Qual, 7-13.07.2021, p. 12).

      Juro, e não estou a fazer fita, que quase tive de me beliscar: o T&Q na banca de jornais, ali mesmo ao lado do Avante!? Cheguei a pensar que eram efeitos da vacina da Pfizer, que tomara na véspera. Nada: o T&Q ressuscitou, e, por sinal, a redacção não é muito longe daqui. Estão é a precisar de rever os textos, coitados, porque a pontuação de alguns é uma vergonha. Quanto a Pinto Balsemão, bem, só nos resta aguardar pela publicação, pela Porto Editora, da autobiografia em Setembro. Indo ao que mais nos interessa no caso: seria bom que todos os dicionários registassem o plural, ou plurais, de escritor-fantasma.

 

[Texto 15 317]

Léxico: «rato-de-gould»

Rato escondido

 

      «O rato de Gould (Pseudomys gouldii) era comum antes da colonização europeia no interior oriental da Austrália, de acordo com o departamento de meio ambiente de Nova Gales do Sul. Desapareceu rapidamente após a década de 1840, potencialmente devido à introdução de gatos» («Rato nativo que se julgava extinto há 150 anos encontrado na Austrália Ocidental», SIC Notícias, 29.06.2021, 9h18).

 

[Texto 15 316]

Léxico: «microrrealismo | microrrealista»

E, contudo, usam-nos

 

      «Muito minucioso é também o trabalho de Tácio Amaral, na Rua 6, em Espinho, onde se especializou em “linhas finas, minimalistas e bem simples” e no microrrealismo. Por norma, este tipo de tatuagem não fica tão caro e, como reconhece o profissional, é visto “quase como um acessório estético”» («Minimalismo à flor da pele», Sara Oliveira, Notícias Magazine, 20.06.2021, p. 42).

      Quando pesquisamos por tatuagens microrrealistas, outro mundo se nos abre à frente dos olhos. Entretanto, nos dicionários, nada. E, contudo, por exemplo, num texto de apoio da Infopédia, no âmbito da literatura, encontramos o termo microrrealismo. É assim, são dicionários fora dos dicionários.

 

[Texto 15 315]

Léxico: «colete-bomba»

Mais bombas

 

      «Um adolescente de 15 anos que envergava um colete de explosivos foi interceptado no domingo pelas forças de segurança da região autónoma do Curdistão iraquiano. A bomba foi retirada antes que pudesse ser detonada e o rapaz foi detido para interrogatório, não tendo sofrido ferimentos» («Forças curdas salvam adolescente de colete-bomba», Público, 22.08.2016, 21h00). Nos dicionários, porém, só carro-bomba, carta-bomba, homem-bomba.

 

[Texto 15 314]