Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Léxico: «grou-siberiano»

Só tens outros

 

      «“O futuro do grou-siberiano [Grus leucogeranus] parece estar bem melhor graças aos esforços da China, do Irão, da Rússia e do Cazaquistão”, quatro países situados nas rotas de migração desta grande ave, declarou Claire Mirande, responsável pelo programa de conservação, apoiado pelo Global Environment Facility (GEF) e implementado pela Fundação Internacional para os Grous, através do Programa das Nações Unidas para o Ambiente (Pnua) em Nusa Dua, ilha indonésia de Bali» («Grou-siberiano resgatado da extinção graças à cooperação entre quatro países asiáticos», Público, 24.02.2010, 12h45).

 

[Texto 15 355]

Léxico: «elaiossoma»

Adivinhem porquê

 

      Aqui está correctamente escrito, mas já o vi com erros. Adivinhem porquê. «As violetas pertencem ao género Viola (família Violaceae), que tem cerca de 400 espécies, das quais, 91 na Europa e 15 em Portugal. As suas sementes têm um elaiossoma, ou seja, uma estrutura nutritiva externa, rica em óleo, destinada a atrair os insetos (em geral, formigas); estes transportam as sementes para os seus ninhos, ou para outros locais, e, deste modo, promovem a sua dispersão» («Violeta-de-parma, uma flor aristocrata», Luís Mendonça de Carvalho, director do Museu Botânico do IP Beja, in vlogue da revista Jardins).

 

[Texto 15 354]

Léxico: «bracejo»

Vamos mudar isto

 

      «Os cestos e demais objetos decorativos feitos por Arminda Esteves conferem a paixão pela técnica do bracejo feita com palha verde e o auxílio de ráfia» («Sortelha», in Guia das Aldeias Históricas de Portugal, «Boa Cama Boa Mesa»/Expresso, p. 56).

      Não vejo em nenhum dicionário esta acepção de bracejo. Para quê, não é? Nada como promover a ignorância, para que só alguns, o escol, saibam.

 

[Texto 15 353]