Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Léxico: «circunforâneo»

Obrigado

 

      «O deputado social-democrata [André Coelho Lima] envolveu-se numa dura troca de palavras com Costa durante um debate no Parlamento. “Circunforâneo” e “ignorância” foram algumas farpas trocadas» («Resposta “não é digna de um primeiro-ministro”», Olímpia Mairos, Rádio Renascença, 8.10.2021). Levar a palavra a todos os dicionários pode muito bem ser o único contributo meritório deste deputado social-democrata. Qual é mesmo o nome dele? Nas rádios, nunca ninguém se lembra. Seja como for, obrigado.

 

[Texto 15 553]

Léxico: «ciberdifamação»

Faz sentido, pois claro

 

      «A jornalista filipina Maria Ressa, julgada por ciberdifamação num caso em que pode ser condenada a seis anos de prisão, foi esta segunda-feira declarada culpada por um tribunal de Manila» («Jornalista filipina Maria Ressa declarada culpada de ciberdifamação. Pode ser condenada a seis anos de prisão», Diário de Notícias, 15.07.2020, 9h48).

      Pois, ciberdifamação. Podemos achar que isto nunca mais acaba, mas não é bem assim. E na sexta-feira, ouvi-a num noticiário da rádio Observador.

 

[Texto 15 552]

Léxico: «signo-salomão, signo-saimão, signo-samão»

Divorciadas

 

      «Pegou num seixo, desenhou na fraga um signo-saimão e pôs-se a picá-lo apressadamente, dizendo [...]» (O Prometeu Agrilhoado Hoje, António Cabral. Porto: Campo das Letras, 2005, p. 14). O que ele disse enquanto picava a pedra não interessa agora. O que interessa é dizer que, no dicionário da Porto Editora, não há remissões recíprocas em signo-samão, signo-saimão e signo-salomão. E também gostava de ver por ali, na definição, a palavra «pentagrama».

 

[Texto 15 551]

Léxico: «terraço»

Palminhas, estes sabem

 

      «O ator Woody Harrelson viu-se envolvido numa luta com um fotógrafo, num hotel em Washington, D.C., na passada quarta-feira. De acordo com a NBC Washington, o incidente teve lugar no terraço no famoso Hotel Watergate» («Ator Woody Harrelson agrediu um homem no terraço de um hotel», Blitz, 8.10.2021, 10h00). Vá lá, estes sabem português. Sim, no terraço, Porto Editora, porque terraço não é apenas, para a acepção aqui em apreço, o «pavimento descoberto, no alto, ao nível do pavimento de uma casa ou contíguo a ela; terrado; eirado». Deve ser por isso que, por todo o País, se anunciam bares e restaurantes com rooftops. Aqui em Cascais quase têm desculpa, abundam os estrangeiros. Não, Porto Editora, nesta acepção, terraço é a cobertura plana acessível de um edifício. Agora a notícia na imprensa norte-americana: «Actor Woody Harrelson was involved in a physical altercation Wednesday night and struck a man who lunged at him at the rooftop bar of the Watergate Hotel, a D.C. police spokesman said» («Woody Harrelson involved in altercation at Watergate Hotel, police say», Peter Hermann, The Washington Post, 7.10.2021, 11h41). Portanto, também o Dicionário de Inglês-Português da Porto Editora está errado quando em rooftop dá como única tradução «telhado».

 

[Texto 15 550]