Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Léxico: «tipóia»

Isso é para as hérnias, pá

 

      O tradutor achou que seria boa ideia pôr-lhe o braço ferido numa funda — porque os dicionários bilingues registam, em sling, uma acepção que se pode traduzir por «funda» — mas é para armas de arremesso, o que ele terá visto. (Isto seguindo o Dicionário de Inglês-Português da Porto Editora.) Logo depois, aparece a acepção que diz respeito à «ligadura para trazer o braço ao peito». É certo que este é um dos mais conspícuos defeitos dos nossos dicionários bilingues, mas, realmente, desde sempre ouvi essa simples e inequívoca expressão, «trazer o braço ao peito». Não é preciso acrescentar nenhuma palavra. Contudo, reconheço que por vezes seja necessária, e nós temo-la: charpa. Ou, e a Porto Editora tem de acrescentar esta, a brasileira tipóia.

 

[Texto 15 585]

Léxico: «sargento | grudagem»

Este não é autoridade

 

      Para ti, Porto Editora, sargento é só o militar das Forças Armadas (mas a GNR não é uma força militarizada?). Para mim e para milhares de outros falantes, é também um grampo para prender peças de madeira, que se usa sobretudo quando se fazem colagens e grudagens. Agora vê lá se não fazes o que vejo noutros verbetes, com a etimologia errada ou amalgamada. Este sargento, que qualquer aprendiz de carpinteiro conhece, vem do nome da empresa norte-americana do Connecticut que fabricava estes grampos, a Sargent & Co., de que haverá centenas ou milhares de exemplares em Portugal. Eu já vi alguns — sempre com o nome SARGENT em grande destaque. Passa pela Leroy e Merlin.

 

[Texto 15 583]

Léxico: «negatoscópio | radioscópio | iluminável»

A pergunta de sempre

 

      Na definição dos vocábulos negatoscópio e radioscópio, a Porto Editora usa uma palavra que, vamos depois comprovar, não regista: «aparelho dotado de tela ou ecrã translúcido e iluminável, próprio para permitir a observação de radiografias». Sim, é um dos crimes de lesa-lexicografia. Por outro lado, se são sinónimos, porque não há remissões mútuas nos verbetes?

 

[Texto 15 582]