Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Ortoprótese, ortótese e órtese

Em que se fala de Forrest Gump

 

      Ainda bem que falas nas ortopróteses de Forrest Gump. Nunca eu, pelo menos na oralidade, usaria o termo ortoprótese, dispondo de ortótese e órtese. Este último também o evito, porque o elemento orto- já aparece truncado. As minhas preferências, porém, pouco interessam, vejamos antes como estão no dicionário da Porto Editora. Aqui, «órtese» remete simplesmente para «ortótese», e o caso está arrumado, pelo que nos centraremos nos outros dois. Primeiro problema: não têm remissões mútuas nem sinonímia. O verbete ortoprótese diz assim: «dispositivo ou aparelho ortopédico desenhado para corrigir ou alterar uma função muscular, esquelética ou neurológica». No verbete ortótese, está assim: «MEDICINA aparelho ortopédico de uso externo que se destina a compensar ou corrigir a alteração morfológica de um membro, de parte de um membro, de um órgão, ou a deficiência de uma função». Os problemas estão à vista, mas vale a pena salientá-los: se são sinónimos puros (não vimos já isto em relação a outros vocábulos?), porque não têm a mesma definição? E por que razão só um apresenta o domínio a que pertence, no caso, a medicina? O que é igual tem de ser tratado da mesma maneira, axioma que não serve somente para o Direito.

 

[Texto 15 691]