Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Definição: «hijabe»

É o caso

 

      «A discussão sobre o uso do hijab, o véu tradicional que envolve a cabeça e desce pelos ombros, tem sido polémica na Europa e faz sobressair as diferenças [entre os Estados-membros] sobre a integração de comunidades muçulmanas» («Turquia condena decisão de tribunal europeu que proíbe uso do véu islâmico no local de trabalho», Público, 19.07.2021, p. 22).

      Aqui, o que está em causa é a definição. Como já temos visto, não raro, as definições que encontramos fora dos dicionários superam as que encontramos nestes. É o caso.

 

 

[Texto 15 823]

Léxico: «moinho de rodete | sobrelha»

Duvido

 

      «Local sossegado e de pouca densidade de visitantes é a selvagem praia fluvial das Azenhas do Guadiana, com duas azenhas e três moinhos de rodete, distribuídos ao longo do açude» («Mértola, partida para tantos itinerários», in Guia Viver Portugal/Alentejo e Algarve, Expresso, p. 23). E será que, pela mera consulta dos nossos dicionários, os falantes curiosos ficam a saber o que é este rodete? Duvido. Seja como for, nos dicionários faltam muitos termos ligados aos moinhos. Mais um? Tomai lá: sobrelha.

 

[Texto 15 822]

Léxico: «não saber de que freguesia é»

Ora, por nada

 

      «Atiram-se os dous monarcas um ao outro: o imperador otomano não sabe de que freguesia é; afocinha; deixa-se cativar, e dança com os seus e com os vencedores» (O Santo da Montanha, Camilo Castelo Branco. Lisboa: Parceria A. M. Pereira, 1972, pp. 62-63). Sim, Camilo também usou a expressão, que não compreendo porque está fora dos dicionários, se neles encontramos, por exemplo, «não saber a quantas anda».

 

[Texto 15 820]