Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Léxico: «flurona»

Infecção dupla

 

      Sendo a infecção dupla uma realidade e havendo já um termo para a designar, não se espere mais. «Israel detetou o seu primeiro caso de contágio simultâneo pelo coronavírus SARS-CoV-2 e pelo vírus influenza, conhecido como “flurona”, numa mulher grávida não vacinada, confirmou este domingo o Ministério da Saúde israelita à agência de notícias EFE» («“Flurona” detetado o primeiro caso de dupla infeção com covid-19 e gripe em Israel», CNN Portugal, 2.01.2022, 18h24).

 

[Texto 15 837]

Léxico: «caetano | caetaninha | quiosqueiro | salvonor | salvanor»

E são vários

 

      Ao Prof. Júlio Machado Vaz, salvonor, diria para conferir com qualquer falante de português (pode ser o quiosqueiro lá do bairro) como se pronuncia o antropónimo Caetano. À Porto Editora, lembraria que caetano também é nome comum, e com mais de um sentido, pelo que tem de o dicionarizar. Assim como caetaninha, ou são-caetano (Momordica charantia), uma bonita cucurbitácea.

 

[Texto 15 836]

Léxico: «visionismo | visionista»

Uma visão

 

     Há, e podemos vê-lo em vários dicionários, o visionismo como «forma de ver particular; visionamento, visionação», como se lê no Aulete; e há, igualmente, o visionismo como conceito estético, que começou a ser divulgado, no início dos anos 90, pelo artista plástico Luís Vieira-Baptista, de quem vi uma exposição no domingo no Aquário Vasco da Gama. Pelo menos o primeiro, que vem do século XIX, tem de estar em todos os nossos dicionários, e no da Porto Editora não o encontramos.

 

[Texto 15 835]

 

Léxico: «ecoembalagem»

Era de prever

 

      «António Vicente nasceu no Porto há 49 anos. Fez o doutoramento em Engenharia Química e Biológica em 1998 e a agregação em 2010 pela UMinho. É responsável por inovações em eco-embalagens, compostos funcionais e bioativos e nanossistemas para alimentos. Venceu os “Food and Nutrition Awards” em 2015 e 2017 na categoria de investigação. Pertence ao Júri do Prémio Nacional da Agricultura desde a sua criação, em 2012» («António Vicente distinguido com prémio de Mérito Científico 2021», Antena 1,  18.02.2021, 14h33). Tem lógica: só não sabem escrever correctamente aquele — o único — que não está ainda dicionarizado, ecoembalagem, apesar de circular por aí há umas quantas décadas, em que se vê o esforço do sistema capitalista em apropriar-se destas noções para se lavar dos seus pecados. Em vão.

 

[Texto 15 834]