Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Votómetro, violentómetro...

E por aí fora

 

      O Observador tem um votómetro, que, diga-se, não é nada de novo. Infelizmente, uma locutora da Rádio Observador deturpa-o para «vetómetro». Ora bolas. O que me levou a resgatar da memória e do arquivo do que tinha lido: «Nasceu como uma régua que representava vários escalões de violência. Chamava-se “Violentómetro” e aplicava-se aos estudantes da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, em Vila Real (UTAD)» («“Violentómetro” já abrange 20 mil alunos e 180 escolas», Eduardo Pinto, Jornal de Notícias, 24.01.2022, p. 20).

 

[Texto 15 918]