Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Léxico: «mixordice»

Também há isso

 

      «Não obstante, a medicina popular e até a bruxaria e a mixordice, não só nas áreas rurais como nas próprias cidades, mantinham o seu prestígio secular» (Obscuros e Marginados: estudos de cultura portuguesa, João Palma-Ferreira. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 1980, p. 164). (Por estes dias, há-de chegar-me um exemplar do reeditado Ulisses na tradução de Palma-Ferreira, dos Livros do Brasil.)

 

[Texto 15 988]

Léxico: «instrumentar»

Não só da música

 

      «A prevalência de parto instrumentado em Portugal é três vezes superior à média europeia e a mais de 60% das mulheres portuguesas não foi pedido “qualquer consentimento”, concluiu um estudo europeu que envolveu mais de 21 mil mulheres» («Prevalência de parto instrumentado em Portugal é três vezes superior à média europeia», TSF, 10.02.2022, 7h19). Está visto, Porto Editora, tens de acrescentar acepções ao verbo instrumentar, já que não é, como afirmas, apenas «escrever para cada instrumento (a parte que lhe cabe numa peça musical a executar em conjunto)».

 

[Texto 15 987]

Definição: «dom-fafe»

Outras cores

 

      O repórter e documentarista Luís Henrique Pereira, autor da rubrica «Os Nossos Animais Selvagens», na Antena 1, na segunda-feira foi até Vila Nova de Cerveira, ali junto da serra d’Arga, tentar descortinar, bem camuflado, um dom-fafe. Conseguiu. As cores do espécime avistado, um macho, diferem um tanto da definição que encontramos no dicionário da Porto Editora. Este tinha capuz e bico pretos, e a característica plumagem variegada — laranja-avermelhado, cor-de-rosa, cinzento e castanho. Na fêmea, as cores não diferem muito, mas são mais apagadas, menos vistosas.

 

[Texto 15 986]

Léxico: «multiplex»

E o cinema, Porto Editora?

 

      «Fora do painel, Paulo Branco, produtor mais veterano presente na plateia de convidados, quis falar e lançou algumas ideias fortes, pondo em causa o estudo de mercado apresentado e alertando para a necessidade do mercado de exibição ter mais diversificação para o público: “Deixou de existir um outro lado na exibição dos filmes para além dos multiplexes. Tem de haver uma outra maneira do cinema ser mostrado, não pode ser só os multiplexes! Eu já desisti. O público hoje encontra apenas uma uniformização, já não há espaço para um outro lado! Talvez possa ser um bom investimento a NOS pagar 5 euros a cada espetador para ir ver filmes portugueses a fim de se chegar à marca de 1 milhão...”» («Estudo: 61% afirmam não gostar do cinema feito em Portugal», Rui Pedro Tendinha, Diário de Notícias, 6.06.2019, 12h21).

 

[Texto 15 985]

Léxico: «piperlongumina»

Vamos ouvir falar dela

 

      «A cura do cancro do cérebro pode estar num hidrogel de pimenta? É uma terapêutica que está a ser desenvolvida por João Seixas, cientista da TargTex, uma empresa spin-off do Instituto de Medicina Molecular. Consiste em aplicar a piperlongumina — um composto natural que se encontra em algumas plantas de pimenta, específicas do sul asiático — num hidrogel, aquando da cirurgia, dentro da cavidade cerebral, especificamente no local de onde foi parcialmente extraído o tumor» («Português cria hidrogel de pimenta para combater cancro do cérebro», Olímpia Mairos, Rádio Renascença, 11.02.2022, 8h59).

 

[Texto 15 984]