Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Léxico: «escudela»

Essa é a dos pobres

 

      Numa emissão recente do Portugal em Directo, vi uma reportagem no Palácio Nacional de Queluz, a propósito da exposição permanente, agora com 200 peças, das porcelanas das colecções reais. Ora bem — atenção agora, senhores lexicógrafos! —, falou-se particularmente de uma «escudela (taça para caldo) com tampa e prato», uma peça de PORCELANA com manufactura do porcelanista francês Marc Schœlcher, de cerca de 1824. O conservador Hugo Xavier, dos Palácios da Pena e de Queluz, explicou algumas particularidades da peça, e, claro, bem pudemos ver que era de porcelana e que ostentava o retrato do rei D. Miguel quando era infante e vistas de Paris (onde foi feita) e de Lisboa. Foi uma oferta de D. Miguel a sua mãe, a rainha D. Carlota Joaquina. Quase todos os nossos dicionários afirmam que escudela é a tigela feita de madeira. Só conhecem a escudela dos pobres, então.

 

[Texto 16 025]