Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Léxico: «descritor»

Só isso?

 

      «Mantendo a minha posição de fundo, a de que conceitos como esquerda e direita não são heurísticos — porque da sua aplicação não resulta conhecimento, mas ilusão, ou, se se quiser, aquilo a que Marx chamava “ideologia” —, uso-os, muitas vezes, mais por comodidade do que por rigor. Mas aqui é impossível não os usar como descritores, porque, quando numa sociedade há um reforço político identitário que passa por esta dicotomia, ela não pode deixar de ser usada, mesmo que os termos sejam mais posicionais do que substanciais» («Alterações climáticas na ecologia política», José Pacheco Pereira, Público, 16.04.2022, p. 19). Se faz favor, era um melhor verbete de «descritor» para a mesa da Porto Editora.

 

[Texto 16 292]

Léxico: «agulhão»

Não fica por aqui

 

      «Em Torres Vedras, o projeto “Seringas só no agulhão” foi aprovado no âmbito do Orçamento Participativo de 2021. “Dentro de um mês, estará em funcionamento em todas as farmácias do concelho”, afirmou, ao JN, Manuela Pacheco, presidente da AFP. [...] Atualmente, há 16 farmácias com “agulhões”» («Projeto-piloto das farmácias continua e já há autarquias interessadas», Inês Schreck, Jornal de Notícias, 11.03.2022, pp. 12-13).

 

[Texto 16 291]