Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Léxico: «subvirador | sobrevirador»

Já temos a matéria-prima

 

      «Consoante o programa de condução seleccionado, o GR Corolla pode deslocar para a traseira 40%, 50% ou 70% do binário do motor, o que torna o desportivo mais subvirador, mais neutro ou mais sobrevirador, atravessando-se mais de traseira em aceleração neste último caso» («Super Corolla é um desportivo com 305 cv e 4x4», Alfredo Lavrador, Observador, 2.04.2022, 1h22). Até em documentos do IMTT encontramos estes termos, mas não nos dicionários.

 

[Texto 16 380]

Léxico: «oncolítico | viroterapia»

Pois não

 

      «El virus para matar el cáncer. Es la estrategia seguida con el uso terapéutico de los denominados virus oncolíticos, una nueva vía de la inmunoterapia como arma para eliminar de forma selectiva las células tumorales activando el sistema inmune que no es exactamente algo novedoso, ya que se viene intentando desde hace al menos dos décadas sin demasiado éxito, pero que nunca como hasta ahora ha estado tan cerca de llegar al paciente» («Virus de la viruela para matar el cáncer», R. Romar, La Voz de Galicia, 29.05.2022, p. 27). E quem fala em oncolítico não deixa de falar em viroterapia.

 

[Texto 16 379]

Essa outra doença

Que por aí anda

 

      «O número de casos confirmados de varíola-dos-macacos em Portugal subiu para 39, anunciou ontem a Direção-Geral da Saúde» («39 casos de varíola-dos-macacos», J. S., Correio da Manhã, 25.05.2022, p. 28). «Portugal vai avançar com a compra de vacinas contra a varíola, para tentar travar a propagação da varíola-dos-macacos, juntando-se assim à União Europeia, já que a aquisição vai ser feita de forma centralizada» («País avança com compra de vacina», Rita Monteiro e Francisca Genésio, Correio da Manhã, 26.05.2022, p. 47). «A gigante farmacêutica suíça Roche anunciou ontem que está a criar testes PCR que podem detetar a varíola-dos-macacos» («Varíola-dos-macacos. Roche cria testes PCR», Diário de Notícias, 26.05.2022, p. 32).

      A Porto Editora diz o mesmo. A minha opinião? Nem sequer sem o AO90 se grafa com hífenes.

      «Foi detetado em Espanha, na região de Madrid, o primeiro caso confirmado de varíola dos macacos numa mulher» («Primeira mulher com varíola», R. S., Jornal de Notícias, 27.05.2022, p. 44). «É o mais recente alerta de saúde pública, agora para uma infeção há muito conhecida mas rara; a varíola do macaco, a versão animal da varíola humana, a única doença que o homem foi capaz de erradicar em todo o mundo» («Surto de varíola do macaco terá começado há 21 dias», V. L. A., Expresso, 20.05.2022, p. 17). Vá em castelhano: «Los países europeos, fundamentalmente, han seguido notificando en las últimas horas nuevos contagios de viruela del mono» («Sigue el goteo de casos de orthopoxvirus y Reino Unido supera a España en contagios», La Voz de Galicia, 26.05.2022, p. 25).

 

[Texto 16 378]

Léxico: «cibercondria»

Não sofro disto

 

      Para realidades novas, novas palavras: «É provável que quem nos lê já tenha tido a tentação de procurar informações sobre doenças na Internet. No entanto, este ato não só é errado como pode, em casos mais extremos, torna-se ele próprio uma doença. Chama-se cibercondria e caracteriza-se pela necessidade de consultar a Internet como meio de perceber as características de uma determinada doença ou o que alguns sintomas podem representar» («Cibercondria. A doença de ler sobre doenças na Internet», Filipe Carmo, «Domingo»/Correio da Manhã, 29.05.2022, pp. 50-51).

 

[Texto 16 376]