Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Como se escreve por aí

A Dora vai nua

 

      «As intervenções de Judite Fernanda a propósito do Jubileu da Rainha foram uma homenagem aos estagiários de jornalismo. Uma das peças mais significativas era integralmente constituída por fatos, aparentemente, retirados da Wikipedia ou do ‘Borda d’Água’. Mas o pior foi quando consultou a sua ‘cultura geral’ e afirmou que “Isabel II viveu a 1.ª Guerra Mundial” e que fez a gestão da posição “do Reino Unido contra a Alemanha nazi na 2.ª Guerra Mundial”. Quando a Rainha nasceu a 1.ª Guerra tinha acabado há 8 anos, quando chegou ao trono a 2.ª tinha acabado há 7. Sobre Judite começa a ser notório para o público aquilo que a classe jornalística já sabe: dali não se pode esperar muito mais...» («Pioneira também do wikijornalismo?», Dora, a espectadora, «Boa Onda»/Correio da Manhã, 10-16.06.2022, p. 11). E a história, já bíblica, do argueiro não se lhes aplica? Mas, que querem?, eles é que são bons.

 

[Texto 16 461]

Léxico: «herpes-zóster»

Juntinhas é melhor

 

      «O síndrome de Ramsay é também conhecido como herpes-zoster do ouvido. É provocado pelo mesmo vírus da varicela e do herpes-zoster (diferente do herpes-labial). Além da paralisia muscular do rosto, costuma ser acompanha com fortes dores de ouvido» («Justin Bieber mostra rosto paralisado e revela ter síndrome de Ramsay Hunt», Alexandra Machado, Observador, 10.06.2022, 23h20). É (quase) também a grafia do VOLP da Academia Brasileira de Letras — herpes-zóster — e a que me parece mais correcta. A Porto Editora opta por herpes zóster.

 

[Texto 16 460]

Léxico: «Picasso»

Nem mais

 

      Já viram bem a beleza da batata da variedade Picasso? «Variedade de consumo tardia com pele amarela, olhos vermelhos proeminentes, uma boa resistência à sarna comum e aptidão para armazenamento de longo prazo» (Ver aqui uma exaustiva descrição.) Originária dos Países Baixos, mas, é claro, trazida também para Portugal, onde é cultivada. Como me parece evidente, tem de estar nos dicionários, como estão (ou, sejamos optimistas, estarão, com o tempo) todas as variedades de azeitona ou de uvas, por exemplo.

 

[Texto 16 459]

Léxico: «estirável | capacitivo»

Tresmalhadas

 

      «A empresa [Soplast, de Valongo], especializada em injeção de plástico, está agora a apostar na eletrónica estirável, leia-se elástica, e que pode ser integrada em peças plásticas ou tecidos, com “soluções ilimitadas” de instalação de sensores capacitivos em volantes, na consola central HMI ou no ajuste dos bancos» («AICEP espera que presença na Hannover Messe traga cem milhões de investimento no próximo ano e meio», Ilídia Pinto, Dinheiro Vivo, 4.06.2022, p. 7).

      Andam perdidas, quais ovelhas tresmalhadas, por dicionários bilingues. Não lograram aportar ao dicionário geral.

 

[Texto 16 458]

Léxico: «eurovisivo»

Por vezes faz falta

 

      «El Pala Olímpico de Turín se vino abajo con la actuación de Chanel. Con gran presencia de españoles desplazados a la ciudad italiana para disfrutar del espectáculo eurovisivo, el estadio vibró al ritmo de SloMo y ovacionó a la española con especial intensidad durante el baile final, que terminó con cañones de pirotecnia» («Turín vibró con Chanel», L. Placer, La Voz de Galicia, 15.05.2022, p. 57).

 

[Texto 16 457]