Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Léxico: «oncometabolismo»

Sobre tumores

 

      «“Além disso, o projeto permitirá avanços significativos no conhecimento atual sobre neurooncologia e oncometabolismo”, sublinha [a investigadora Cecília Santos]» («Universidade da Beira Interior desenvolve investigação terapêutica sobre tumor», Observador, 15.07.2022, 19h26). (É neuro-oncologia que se escreve, mas o jornalista faltou a essa aula.)

 

[Texto 16 629]

Léxico: «aquaponia | aquapónica | aquapónico»

Uma coisa nova

 

       «Cultivar sem terra parece contraditório, mas é uma realidade. Hidroponia é o nome dado a esta técnica que dispensa a terra, porque alimenta as plantas diretamente na raiz através de uma solução nutritiva. Mas esta empresa vai mais longe, porque os nutrientes utilizados para fertilizar os tomates vêm dos tanques onde estão a ser criadas trutas. Os dois espaços são separados por um corredor. Do lado esquerdo há uma estufa de tomates, do lado direito estão vários viveiros — chama-se aquaponia» («A comida não cai do céu. Mas em Bruxelas cai do telhado», Tomás Anjinho Chagas, Rádio Renascença, 16.07.2022, 14h00).

 

[Texto 16 628]

Léxico: «nori-do-atlântico»

Há sempre mais uma

 

      «Na Algaplus, por exemplo, houve uma aposta forte na alface-do-mar, na nori-do-atlântico (Porphyra umbilicalis, também conhecida nos Açores como erva-patinha), no cabelo-de-velha (Gracilaria gracilis) e no chorão-do-mar (Codium tomentosum)» («A agricultura marinha vai trazer algas para as refeições dos europeus», Andréia Azevedo Soares, Público, 26.06.2022, p. 7).

 

[Texto 16 627]

Definição: «microfóssil»

Mas, aprofundando um pouco

 

      Com que então a «reforma não foi consertada»... Bem, como não li o livro, nada mais vou dizer, mas, sendo sobre ortografia, são manchas que irão desiludir muita gente. Continuemos nós aqui, agora sossegadinhos, a fazer o que sempre fizemos.

      «Os microfósseis — que são impressões microscópicas de células microbianas em amostras de rochas antigas — dão-nos “uma visão única” dos primeiros organismos vivos. Mas “e se algumas dessas importantes características forem realmente formadas a partir de moléculas orgânicas simples, e não de microrganismos?”, problematiza Sean Jordan, indicando agora a grande pergunta que norteia esta pesquisa» («Era uma vez… uma outra origem da vida?», Vanessa Rodrigues, Observador, 23.03.2022, 20h24).

      Ou seja, é um pouco mais do que o mero «fóssil de dimensões microscópicas» do dicionário da Porto Editora.

 

[Texto 16 626]