Sobre «ignorar»

É bom saber

 

 

      «Países europeus ignoram as actividades ilícitas e abusos de poder em África em troca de financiamentos partidários e acesso a matérias-primas.» Ora compulsem aí o dicionário de Bluteau ou o de Morais. Nessa altura, ainda ignorar apenas significava não ter conhecimento, não saber; não conhecer. Peguem agora numa edição do Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, por exemplo. «Ignorar» passou a ser também não dar atenção. É um sentido que o verbo só em inglês tinha: to refuse to take notice of. Quando passou a ser assim? Ignoro-o.

 

[Texto 809]

Helder Guégués às 17:46 | comentar | favorito
Etiquetas: