«Pena suspensa de prisão»?

Agora é assim?

 

 

       «Ausente da leitura da sentença, como de todo o julgamento, devido a problemas neurológicos “severos” e “irreversíveis”, Chirac, 79 anos, recebeu a condenação “com serenidade”, segundo Jean Veil, um dos seus advogados, citado pela AFP» («Jacques Chirac, ex-Presidente de França, condenado a pena suspensa de prisão», João Manuel Rocha, Público, 16.12.2011, p. 27).

      Lá vem outra vez a «severidade»... Mas reparem no título: «Jacques Chirac, ex-Presidente de França, condenado a pena suspensa de prisão». E, no entanto, no corpo da notícia até se lê: «Foi condenado a 14 meses de prisão com pena suspensa e a um ano de inelegibilidade.»

 

[Texto 827]

Helder Guégués às 11:56 | comentar | favorito
Etiquetas: