«Próximo presente»

Se for necessário

 

 

      Uma professora brasileira, Emília Tavares, quis saber se existe a expressão «próximo presente». «Ou apenas “próximo passado” e “próximo futuro”? Por exemplo, no dia 10 de novembro, posso usar para o dia 5 de novembro “próximo presente”? Ou isso não existe?» Bateu à porta errada. Responde o consultor: «Não se usa. O Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, da Porto Editora, acolhe apenas duas abreviaturas: p. p., “próximo passado”, e p. f., “próximo futuro”.»

      A abertura de hoje do Ciberdúvidas é esclarecedora: «A atualização deste dia é exemplificativa da diversidade de temas comummente focados neste consultório [...]  e até a inquirição sobre expressões que não existem.» E uma hiperligação remetia para o «próximo presente». Não vejo que seja um disparate, e lá que existe, existe, pois, entre muitas outras ocorrências, vejo aqui um soneto de João Alv’res Soares «Ao Sereníssimo Príncipe Nosso Senhor em 6 de junho de 1724».

 

[Texto 832]

Helder Guégués às 13:06 | favorito
Etiquetas: