Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

#@!%

Alguma coisa nova (e má)

 

      «No misterioso Black Rabbit Rose, de Hollywood, pode visitar o lounge, onde são servidos cocktails com algum espetáculo à mistura. O Bullet Catch é feito a partir de rum e café e servido com um floreio de fogo» («Experiencie o melhor do luxo em Los Angeles», João Moniz, Destak, 17.11.2017, p. 17).

      Sabe Deus o que João Moniz quis dizer com «floreio de fogo». Lá está o avariado «feito a partir de». Homem, é «feito com» e acabou-se. Floreio de fogo... De certeza que algum português já esteve naquele misterioso Black Rabbit Rose. Talvez Manuel S. Fonseca, editor da Guerra e Paz, quem sabe. Ah, mas esperem: não quererá o jornalista dizer que a bebida é flambeada? Pois, só que «flambeio» apenas existe como forma verbal, não podemos dizer «servido com um flambeio», que ele poderia ter confundido com «floreio». Leio aqui: «For a unique and decadent after-dinner drink, ask for the Bullet Catch, a dark and potent concoction of freshly brewed coffee, cigar smoke rum, coconut cream, cinnamon and a flaming shot of Green Chartreuse.»

 

[Texto 8350]

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.