Léxico: «bólido»

É raro

 

 

      «A NASA está a desenvolver um arpão para recolher amostras nos cometas. Uma vez que aterrar na superfície destes bólidos é bastante arriscado – chegam a deslocar-se a 240 mil km por hora, cuspindo bocados de gelo, rocha e poeiras –, os cientistas estão a ponderar enviar uma nave espacial ao encontro dos cometas para os alvejar com um arpão» («Arpão apanha-cometas», Ana Gerschenfeld, «P2»/Público, 19.12.2011, p. 3).

      Conhecemo-lo melhor na grafia bólide e com a acepção, por extensão de sentido, de «carro de corrida; automóvel veloz».

 

[Texto 857]

Helder Guégués às 12:04 | favorito
Etiquetas: