«Pimenta-branca»?

Andrómaco não sabia

 

 

 

      Será a pimenta-branca, a par da pimenta-preta (e estou a usar a grafia registada no Dicionário Houaiss), uma variedade de pimenta? Não, não é, pelo menos variedade botânica não é, o que, quanto ao uso do hífen, tem toda a relevância. Para Andrómaco, o Velho, médico pessoal do imperador Nero, e para Galeno, eram variedades diferentes. Hoje, contudo, sabe-se que não é assim. A pimenta-branca é o pó do fruto seco da pimenta-do-reino (outra designação da pimenta-preta ou pimenta-negra), moído sem a casca. Assim, em rigor, não se devia usar o hífen na designação deste produto. Só por analogia se compreende que se faça de modo diferente.

      E a propósito: pimenta-do-reino não é designação brasileira? Por ir do reino de Portugal, esta variedade de pimenta (piper nigrum) consumida na colónia tomou o nome de «pimenta do Reino», tal como também se falava de «manteiga do Reino», de «queijo do Reino», etc.

 

 

 

[Texto 8]

Helder Guégués às 11:54 | comentar | favorito
Etiquetas: