«Preferir», mais uma vez

Nem daqui a duzentos anos

 

      «Marcelo prefere acordos difíceis em vez de ruturas» (Diana Ramos, Correio da Manhã, 11.06.2018, p. 22). Ontem, na televisão, também ouvi esta construção errada. Diana Ramos, preferir constrói-se com a preposição a e não com a locução do que nem em vez de. Aprenda, divulgue.

 

[Texto 9390]

Helder Guégués às 12:17 | comentar | favorito | partilhar
Etiquetas: ,