Pêra/peras

Continuará

 

 

      Há muitos erros generalizados, como este: «Aninhadas na folhagem, havia maçãs de um vermelho rosado e pêras de um amarelo dourado que pareciam suficientemente maduras para serem comida» (Tesouro Mágico, Gwyneth Rees. Tradução de Paula Alves e revisão da tradução de Ana Maria Chaves. Lisboa: Edições Asa, 2.ª ed., 2011, p. 142). Está mesmo no texto do Acordo Ortográfico de 1945 («pêra, substantivo, e pera, preposição arcaica (mas o plural, peras, sem acento)»), mas é claro que isso não é suficiente, pois os falantes não o conhecem. Com o novo acordo, a confusão há-de persistir.

 

[Texto 1007]

Helder Guégués às 23:12 | favorito
Etiquetas: