«Lucro-recorde»!

Não há esperança

 

 

      «A Apple voltou ontem a tornar-se a empresa mais valiosa do mundo, com as acções a tocarem, em Nova Iorque, os 455 dólares. Lucros a duplicarem, vendas a dispararem levaram a companhia fundada por Steve Jobs a destronar a petrolífera Exxon Mobil como a empresa com a maior capitalização bolsista em todo o mundo», escreve o jornalista José Manuel Rocha na edição do Público de hoje. Logo, o título só podia ser este: «Lucro-recorde na Apple, a empresa mais valiosa do mundo».

 

[Texto 1017]

Helder Guégués às 06:37 | comentar | favorito
Etiquetas: