«Colocar»

Não querem aprender

 

 

      «“No roubo foi usada uma viatura ligeira de passageiros que ostentava matrícula falsa”, referiu a mesma fonte, adiantando que o grupo se colocou em fuga em direcção à auto-estrada 17, via que tem um nó de acesso em Monte Redondo» («Assalto a posto de correios com espingarda de canos serrados», Público, 4.06.2011, p. 26).

      Deve ter sido a fonte da «ostentação» que ensinou o jornalista a escrever «colocar-se em fuga». Só por isso, valeu a pena a viagem a Monte Redondo... Sem ironias: é lamentável que a maioria dos jornalistas esteja a ceder a este modismo.

      «Fingiu não ter ouvido a proposta e pôs-se em fuga» (Autópsia de Um Mar de Ruínas, João de Melo. Lisboa: Edições Dom Quixote, 5.ª ed., 1997, p. 100).

 

[Texto 105]

Helder Guégués às 19:58 | favorito
Etiquetas: