Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Falso prefixo «mini-»

Andam a pensar pouco

 

 

      «Por outro lado, as empresas instalam e decoram os pontos de vendas de sardinhas assadas e colocam vendedores ambulantes com mini-barris às costas, a vender nas ruas» («Autarcas e cidadãos criticam “más práticas” das empresas cervejeiras nas Festas de Lisboa», Público, 4.06.2011, p. 25).

      «O dia 5 de Maio do próximo ano será dedicado à rainha, enquanto a tradicional terça-feira feriado de início do mês passa para segunda, dia 4, criando umas miniférias de quatro dias» («Isabel II. 60 anos de reinado dão miniférias em 2012», «P2»/Público, 4.06.2011, p. 17).

      Lá porque, no âmbito do Acordo Ortográfico de 1945, não há regra para o uso do hífen com o falso prefixo mini-, não quer dizer que estão legitimadas todas as incongruências. Se escrevem «miniférias», de certeza que têm de escrever «minibarris». Mais respeito pela língua e pelos leitores. O cliente tem sempre razão.

 

[Texto 109]

2 comentários

Comentar post