Léxico: «dementres»

Enquanto e não

 

 

      «[...] ou só dementres agora sim nos víamos?» Na última edição da revista Ler, num artigo sobre a obra de Fernando Assis Pacheco, outro Fernando, Venâncio, e cito de cor, afirma que a palavra «dementres», usada pelo autor de Respiração Assistida, nunca antes vira imprensa. Sem contar, suponho, com os dicionários. Nem Fr. Fortunato de São Boaventura. Nem Teófilo Braga. «Emmentes» (sinónimo, sugere Morais, para evitar equívocos com «dementes») cheguei eu a ouvir no Alentejo. Em francês antigo, assim como em castelhano antigo (e, actualmente, sob a forma mientras), também se regista o termo, tudo com origem, tem-se alvitrado, no latim coloquial dum interim.

 

[Texto 1154]

Helder Guégués às 22:21 | favorito
Etiquetas: