«Samatra»

Alguns ainda sabem

 

 

      Jornalista Carlos Daniel, no Jornal da Tarde de ontem: «A ilha de Samatra, na Indonésia, foi sacudida por um sismo de magnitude 8,6, o que provocou desde logo também um alerta de tsunami sobre todas as costas que são banhadas pelo oceano Índico.»

      A senhora encarregada de negócios diz «Sumatra», como a maioria dos falantes. Ainda se recordam do que escreveu Vasco Botelho de Amaral na obra Subtilezas, Máculas e Dificuldades da Língua Portuguesa, que já um dia citei a propósito da mesma questão? «Mesmo naqueles casos em que as vicissitudes históricas reflectem mudança de dominador, aconselha a moral das línguas se não substituam levianamente os chamadoiros geográficos» (p. 75). «Não se percebe, aliás, porque é que nós somos tão solícitos em imitar os estrangeiros, e não imitamos os seus nacionalismos de linguagem. Veja-se, por exemplo, se os Ingleses dizem Cidade do Cabo, à portuguesa. É o dizem! Cape Town, e só Cape Town. Fazem eles muito bem» (p. 76).

 

[Texto 1360]

Helder Guégués às 08:47 | comentar | favorito
Etiquetas: