«Operação stop»

Sigamos o dicionário

 

 

      Ando aqui às voltas com a expressão «operação stop» (como o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora regista), e vê-se de tudo: «“Podemos apanhar uma operação-stop”, diz o Júlio. “Ou uma paralisia infantil”, diz o homem. E desata a rir violentamente» (Directa, Nuno Bragança. Lisboa: Moraes Editores, 1987, p. 236).  «No entanto, tive de anuir, e a “operação stop” dissolveu-se» (Cinco Meses Mudaram Portugal, Otelo Saraiva de Carvalho. Lisboa: Portugália Editora, 1975, p. 23). Mas também se pode ver «operação STOP», «operação Stop», etc. Com aspas, sem aspas. Nunca o termo «stop» em itálico.

 

[Texto 1366]

Helder Guégués às 16:05 | favorito
Etiquetas: