«Tigre Celta»

Algo maior

 

 

      «Habituámo-nos nos últimos anos a chamar à Irlanda o tigre celta, expressão que junta o dinamismo económico de tipo asiático à velha herança da ilha, testemunhada pelo Livro de Keels, um manuscrito do século IX célebre pelas suas iluminuras, e pela sobrevivência do gaélico, apesar da tremenda influência da língua inglesa» («Que animal se esconde por trás do tigre celta?», Leonídio Paulo Ferreira, Diário de Notícias, 13.06.2011, p. 7).

      Só podemos dizer que é um mau hábito: trata-se de um prosónimo, conceito que já aqui tratámos, pelo que se escreverá com maiúsculas iniciais: Tigre Celta.

 

[Texto 137]

Helder Guégués às 18:38 | comentar | favorito
Etiquetas: