«Alopecia/alopécia»

Mais rigorosamente

 

 

      «Numa outra experiência, os cientistas testaram o que aconteceria se construíssem bolinhas com células de folículos capilares de um homem com alopécia, o nome técnico da calvície, comum no sexo masculino. Implantaram essas células nos ratinhos e, em 21 dias, cresceu cabelo escuro» («Cientistas conseguem fazer crescer pêlos em ratinhos carecas», Nicolau Ferreira, Público, 20.04.2012, p. 27).

      «Sempre paroxítono», avisam alguns estudiosos da língua. A verdade é que são admitidas as duas acentuações: alopécia e alopecia. Embora use apenas esta última, defendo que os dicionários devem registar as duas, o que não acontece neste momento.

 

[Texto 1402]

Helder Guégués às 09:15 | favorito
Etiquetas: