Ortografia: «Mindanau»

Ponham aqui os olhos

 

 

      «Quando este filipino de 59,93 centímetros atingiu ontem a maioridade, um batalhão de jornalistas e mais de cem habitantes da aldeia de Sindagan, na ilha de Mindanau, marcaram presença para assistir ao momento em que Junrey foi oficialmente considerado o homem mais pequeno do mundo, entrando para o Livro Guinness dos Recordes» («59,93 cm chegam para o Guinness», Catarina Reis da Fonseca, Diário de Notícias, 13.06.2011, p. 25).

       Aqui fica mais um bom exemplo de respeito pela grafia de topónimos antigos. O último mau exemplo que vi já data de 2008 e de um jornal já extinto: «O gabinete da Protecção Civil filipina registou 26 mortos na ilha de Mindanao (Sul). “Este balanço vai aumentar muito quando dispusermos da lista de vítimas entre os passageiros do ferry”, sublinhou o presidente da Cruz Vermelha» («Tufão causou centenas de mortos», Global/Jornal de Notícias, 23.6.2008, p. 15).

 

[Texto 144]

Helder Guégués às 22:28 | favorito
Etiquetas: