«Sob/sobre»

Parece mentira

 

 

      «Mas a sensibilização para a segurança rodoviária e os riscos da condução sobre efeito do álcool não se ficaram pelas campanhas da GNR» («A ‘morte’ anda na estrada a alertar para perigos da condução com álcool», Joana Belém, Diário de Notícias, 13.06.2011, p. 20). «O casal real irá ficar hospedado num hotel fabuloso, que até é considerado único em todo o território sul-africano devido ao seu luxo e à sua localização, que proporciona aos hóspedes uma vista deslumbrante sob [o] oceano Índico» («Noivos do Mónaco vão ter lua-de-mel de luxo», Filomena Araújo, Diário de Notícias, 13.06.2011, p. 53).

      É incompreensível como se pode escrever com tal negligência. São inúmeros os casos de confusão, imperdoável, entre estas duas preposições. Joana Belém, Filomena Araújo, mais cuidado com a língua. (Ah, e o título da segunda notícia é, à primeira vista, equívoco, e à segunda, ridículo.)

 

[Texto 145]

Helder Guégués às 23:07 | favorito
Etiquetas: