«Sob/sobre», de novo

Junte-se-lhes, J. F. C.

 

 

      «Chama-se Rosita ISA e é uma vaca leiteira. Ao primeiro olhar, só o tamanho é que a distingue de uma vaca jersey vulgar. […] A vitela nasceu a seis [sic] de Abril por cesariana, já que pesa 45 quilos, ou seja[,] o dobro de uma vaca jersey vulgar. É vigiada 24 sob 24 horas, explicam os investigadores» («Vaca com genes humanos dará leite materno», J. F. C., Diário de Notícias, 13.06.2011, p. 30).

      Outra infeliz confusão com as preposições «sob» e «sobre». Todas, reparem bem, na mesma edição de um jornal. É endémico. E quanto a uma vaca, ou qualquer fêmea de um mamífero, dar leite materno, não é, parece-me, nada de novo...

 

[Texto 146]

Helder Guégués às 23:38 | favorito
Etiquetas: