«Rinque/ringue»

Tem gelo, escorregam

 

 

      «Quando votarem para escolher o próximo presidente, os eleitores franceses vão também estar a escolher entre duas prováveis primeiras damas [sic] muito diferentes. De um lado a antiga modelo e cantora Carla Bruni, herdeira de um empresário italiano e de uma pianista; do outro a jornalista Valérie Trierweiler, da revista Paris Match, quinta filha de um inválido de guerra e de uma trabalhadora do ringue de patinagem de Angers» («O duelo presidencial também diz respeito às primeiras damas», Diário de Notícias, 4.05.2012, p. 24).

      É uma confusão já nossa conhecida. O jornalista queria dizer «rinque de patinagem», pois um ringue é um espaço para a prática do boxe. «Um estrado quadrado, geralmente cercado por cordas, para a prática de boxe e outros desportos», como o define o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora. Em francês, usa-se, para rinque, o termo patinoire — «lieu aménagé pour pratiquer le patinage sur glace». A mãe de Valérie Trierweiler trabalhava no Patinoire d’Angers.

 

[Texto 1468]

Helder Guégués às 09:34 | comentar | favorito
Etiquetas: