«À discrição»

Caem em quase todas

 

 

      «Além dos bilhetes gerais e diários, pela primeira vez a organização do festival vende bilhetes VIP. Com um custo de 240 euros, o público tem acesso a todos os espaços da “cidade do rock” e também a serviço de estacionamento e de comida e bebida à descrição» («Bilhetes VIP pela primeira vez no festival», Diário de Notícias, 8.05.2012, p. 49).

      Há-de ser bom, mas está errado, senhor jornalista: diz-se «à discrição». Ou seja, em abundância, à livre escolha. Isto não é falar com discrição. Pobre locução verbal, quase sempre deturpada.

 

[Texto 1483]

Helder Guégués às 09:42 | favorito
Etiquetas: